Google é a 4ª empresa dos EUA a alcançar valor de mercado de US$ 1 trilhão

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

17 de janeiro de 2020 às 12:24 - Atualizado há 10 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Se atingir US$ 1 bilhão em valor de mercado e virar um unicórnio é uma meta para muitas startups, as grandes empresas de tecnologia almejam alcançar o US$ 1 trilhão. A Alphabet, holding do Google, é a mais nova companhia a entrar neste grupo, devido a uma alta de ações desde esta quinta-feira (16).

Venha aprender com os líderes das empresas mais inovadoras do Vale do Silício (EUA), China, Israel e Portugal

Quem inaugurou este posto nos Estados Unidos foi a Apple, seguida pela Amazon e Microsoft. A Alphabet ingressa após experimentar uma valorização de quase 17% em suas ações nos últimos três meses. Na manhã desta sexta-feira (17), cada ação da companhia está sendo negociada por US$ 1.467.

A companhia não divulgou seus resultados do quarto trimestre, o que poderá movimentar ainda mais suas ações. Um dos fatos mais marcantes do período foi a saída de Larry Page e Sergey Brin, fundadores do Google, da rotina da empresa. Eles deixaram seus cargos de presidente do Google e CEO da Alphabet, respectivamente. O cargo de CEO da holding foi assumido por Sundar Pichai, que também possui o mesmo cargo de liderança no Google.

Além da empresa que surgiu como um buscador na internet – e que hoje possui produtos nos mais diversos setores -, a Alphabet possui a Waymo, empresa de carros autônomos, Verily, especializada em saúde, Calico, Google Ventures, Google X, entre outras.