Google terá material reciclado em todos os seus produtos a partir de 2022

João Ortega

Por João Ortega

6 de agosto de 2019 às 18:11 - Atualizado há 1 ano

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O Google fez um anúncio nesta segunda-feira (5) em que estabelece alguns compromissos em relação à sustentabilidade. Anna Meegan, head de sustentabilidade em hardware da empresa, assinou o texto que afirma que, até 2022, todos os produtos do Google vão incluir material reciclado, com a meta de “maximizar a utilização destes materiais sempre que possível”.

Segundo a publicação, o Google entrou no mundo de hardwares para consumo há três anos. Hoje, a empresa foca em dispositivos com o Google Assistente, como o Google Home, e smartphones da linha Pixel. “Fazer esses dispositivos e levá-los até as mãos dos clientes, porém, necessita de diversos recursos, e descartar os eletrônicos antigos gera resíduos significativos”, diz Anna Meegan.

Neste sentido, além de trazer plástico reciclado aos produtos, o Google estabeleceu o compromisso de, até 2020, neutralizar todas as emissões de carbono em remessas de produto. Isto significa que o processo de entrega ao cliente, que inclui principalmente a poluição no transporte, será compensado com ações ambientais positivas por parte da empresa.

Entre 2017 e 2018, a emissão de carbono nas remessas já diminuiu 40%. Desde o ano passado, o Google publica relatórios em relação à sustentabilidade de seus produtos. Além disso, a companhia lançou o Power Project, que visa oferecer a famílias necessitadas instrumentos para economizar energia (e, portanto, dinheiro) até 2023.

“Nossa ambição é deixar as pessoas, o planeta e nossas comunidades melhor do que encontramos”, diz Meegan. “Hoje, estamos criando a fundação para o que acreditamos que será uma forma de fazer negócios que se compromete a construir produtos melhores”.