Ford e Baidu se unem para desenvolver carros autônomos na China

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

31 de outubro de 2018 às 18:02 - Atualizado há 2 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Em meio à corrida global para desenvolver a tecnologia de veículos autônomos, duas empresas já estão focadas em levar o conceito para as rua da China. Em parceria com a Ford, a Baidu, principal plataforma de pesquisa do país, lançou nesta quarta-feira um projeto de dois anos para testar os carros nas estradas chinesas.

Segundo um comunicado, o Baidu-Ford L4 será inicialmente testado em estradas de Pequim até o final deste ano, e possivelmente em outras cidades chinesas. Em março, a Baidu recebeu a permissão para realizar testes de carros autônomos em 33 estradas, totalizando uma área urbana de 105 km.

Uma equipe de engenheiros do Nanjing Research and Engineering Center (REC) da Ford foi criada para converter os veículos e prepará-los para receberem a Apollo, a plataforma de direção autônoma da Baidu. Após o período de testes, o projeto alcançará o nível 4 da tecnologia, em que o motorista ainda pode dirigir em alguns momentos. No quinto e mais avançado nível, nenhuma interferência humana é necessária.

“A Baidu e a Ford acreditam no uso da tecnologia para redefinir o futuro da mobilidade”, disse Zhenyu Li, vice-presidente e gerente geral do Intelligent Driving Group do Baidu. Segundo ele, o projeto combinará o know-how tecnológico da China com a experiência de veículos da Ford, marcando um passo significativo em direção ao objetivo da Baidu de desenvolver veículos de condução autônomos que beneficiarão os futuros consumidores.