Ferrari lança carro híbrido que pode ser carregado na tomada

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

30 de Maio de 2019 às 15:40 - Atualizado há 1 ano

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Ter uma Ferrari infelizmente não é um sonho alcançável para todos, mas aqueles que puderem terão a chance de carregar o veículo na tomada. A montadora anunciou, nesta quarta-feira (29), seu primeiro carro esportivo híbrido “plug-in”.

Chamado de SF90 Stradale, o veículo alcançará a velocidade máxima de 340 km/h. A expectativa é que ele alcance 100 km/h em 2,5 segundos – um tempo ameaçador para os concorrentes. Dentre as opções esportivas elétricas, o Model S, da Tesla, chega em 100 km/h em 2,4 segundos.

A Ferrari SF90 Stradale possui 1.000 cavalos de potência, mas a maior parte de sua força vem do motor à gasolina. O modelo V8 4.0 possui 780 cavalos e é complementado com 220 cavalos de três motores elétricos. No modo totalmente elétrico, chamado de “eDrive”, a empresa afirma que o carro possui a autonomia de 25 km.

É possível rodar com o veículo em quatro modalidades: eDrive, híbrido (em que o V8 pode ser desligado), Performance (com todos os motores ligados) e Qualify (em que todos os motores funcionam em máxima potência).

A empresa não afirmou qual será o preço do veículo, que deve chegar ao mercado no ano que vem. A montadora anunciou que lançará uma versão esportiva do SF90 Stradale com amortecedores de corrida, pneus Michelin customizados e 30 kg mais leve.

Veja o carro: