Uber, Visa e Paypal investem US$ 10 milhões (cada) em criptomoeda do Facebook

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

14 de junho de 2019 às 16:33 - Atualizado há 1 ano

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

A Uber, Paypal, Visa e Mastercard investiram cada um delas cerca de US$ 10 milhões na criptomoeda do Facebook, segundo o WSJ. A moeda virtual está sendo chamada de “Libra” e a expectativa é que seja divulgada na próxima terça-feira (18).

Além dessas empresas, fontes informaram ao veículo que a fintech Stripe, o Booking.com e o Mercado Livre também aportaram dinheiro na criptomoeda. No entanto, os valores não foram revelados.

A “Libra” será administrada por uma instituição independente do Facebook como forma de evitar os comentários de “monopólio”. A expectativa é de criar um fundo de US$ 1 bilhão para garantir a estabilidade e evitar as flutuações típicas das criptomoedas.

As empresas que investiram na criptomoeda devem participar da instituição que irá mantê-la. O projeto da criptomoeda do Facebook existe há mais de um ano – e a expectativa é que a moeda seja utilizada não apenas nas redes sociais da empresa, mas também em compras físicas.

Ainda que as criptomoedas não tenham virado uma tendência em todo o mundo, a expectativa é que uma criada pelo Facebook pode ajudar nisso. A empresa possui quase 2,4 bilhões de usuários ativos mensalmente e a criptomoeda pode derrubar as barreiras financeiras das moedas correntes, inclusive na transferência de dinheiro entre países.