Em alta: Google vale US$ 1 trilhão, cientistas criam “robôs vivos” e TikTok

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

17 de janeiro de 2020 às 18:56 - Atualizado há 10 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Perdeu alguma notícia desta semana? Confira o nosso resumo sobre as principais novidades em startups, tecnologia e empreendedorismo.

Google atinge valor de mercado de US$ 1 trilhão

Mais uma empresa dos Estados Unidos atingiu o valor de mercado de US$ 1 trilhão. Desta vez, foi a Alphabet, holding do Google. A Apple foi a primeira a atingir este posto, seguida pela Amazon e Microsoft. A companhia entrou no seleto grupo após experimentar uma valorização de quase 17% em suas ações nos últimos três meses.

Elon Musk só receberá se a Tesla atingir o valor de US$ 100 bilhões

Elon Musk não possui salário, bônus ou qualquer pagamento na Tesla. O CEO é recompensado de acordo com a sua performance, através de ações. Em 2018, ele realizou um acordo para tornar a companhia uma das empresas mais valiosas do mundo – o objetivo é chegar a US$ 650 bilhões. Para isso, foram estabelecidas sucessivas metas. A primeira delas é atingir o valor de mercado de US$ 100 bilhões, o qual a Tesla está cada vez mais próxima. Caso a atinja, o empresário poderá receber US$ 349 milhões.

Microsoft se compromete a negativar emissão de carbono até 2030

A Microsoft lançou um plano de longo prazo em prol do meio ambiente. A companhia se comprometeu a compensar todas as emissões de carbono que foi responsável desde sua fundação, em 1975, até 2050. Dentre as 7 metas definidas, a empresa irá investir US$ 1 bilhão em fundo de “inovação climática”.

Amazon investirá US$ 1 bi para digitalizar empresas na Índia

A Amazon está de olho em um grande mercado: a Índia. A companhia já havia escolhido o país para abrir o seu maior escritório no mundo, e agora investirá US$ 1 bilhão para digitalizar micro e pequenas empresas do local. Para Jeff Bezos, CEO da companhia, o século XXI será o “século indiano”. A companhia espera exportar US$ 10 bilhões em produtos fabricados no país até 2025.

Cientistas criam “robôs vivos” a partir de células-tronco

Pesquisadores da Universidade de Vermont e da Universidade Tufts, nos Estados Unidos, desenvolveram “robôs vivos” construídos com células-tronco de sapos africanos. Chamados de “xenobots”, eles medem um milímetro e podem se mover em direção a um alvo e transportar substâncias. São muitas as possibilidades de aplicações, da coleta de microplásticos nos oceanos até transporte de remédios dentro do corpo humano, mas os cientistas ainda não sabem como e onde os xenobots serão utilizados.

B2W anuncia compra da startup Supermercado Now

A B2W, holding da Americanas.com, Shoptime e Submarino, adquiriu a startup Supermercado Now. A startup disponibiliza a compra online em redes de supermercados, conectando os consumidores aos estabelecimentos. O valor da aquisição não foi revelado. “O modelo de negócios tem grande oportunidade de crescimento no Brasil e permitirá à B2W expandir sua presença na categoria de supermercado, abrindo uma nova frente de crescimento e oferecendo um sortimento ainda mais completo para os mais de 16 milhões de clientes ativos da companhia”, afirmou Fábio da Silva Abrate, diretor de relações com investidores da B2W, em comunicado.

Fintech Olívia recebe aporte de R$ 25 milhões e começará a operar no Brasil

Fundada por dois brasileiros no Vale do Silício, a fintech de gestão de finanças Olívia começará a operar no Brasil. O aplicativo, antes em fase de testes, já está disponível para download na App Store e Google Play. A startup utiliza inteligência artificial para conhecer os hábitos de consumo de seus usuários e aconselhá-los em suas vidas financeiras.

Voltz, startup de scooters elétricas, chega a SP em fevereiro

A Voltz, startup de Recife de scooters elétricas, irá abrir um showroom em São Paulo. O shopping Eldorado foi o local escolhido, em fevereiro deste ano. Em abril, os planos são de abrir outro estabelecimento, desta vez na Vila Olímpia. O objetivo é que os clientes conheçam as motocicletas elétricas, que podem ser recarregadas em qualquer tomada e atingem 60 km de autonomia por carga. A venda dos veículos será online, seguindo o modelo adotado pela Tesla.

Tiktok é o segundo app mais baixado no mundo em 2019

Um aplicativo chinês tem chamado a atenção no mundo inteiro: o TikTok. O aplicativo foi o segundo mais baixado no ano passado, atrás apenas do WhatsApp. A rede social permite a produção e publicação de vídeos curtos. Recentemente, o Instagram lançou a função “Cenas” para competir com o concorrente chinês.