Em alta: bebê tem registro na Blockchain e Uber lança serviços financeiros

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

4 de novembro de 2019 às 07:57 - Atualizado há 12 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Além do lançamento do streaming da Apple nesta sexta-feira (1), confira o que aconteceu de mais interessante no ecossistema de startups, nova economia, empreendedorismo e tecnologia.

iFood lança robô autônomo para delivery e pedidos por comandos de voz

O iFood está investindo em tecnologia para se tornar mais ágil. A startup anunciou que colocará robôs autônomos para levar as refeições em shoppings (e outros ambientes controlados) aos entregadores, permitindo que eles passem menos tempo percorrendo todo o caminho até o restaurante para buscar a refeição. Junto a novidade, a empresa lançou o iFood Hub, para concentrar as refeições que estão em espera para o delivery, e a possibilidade de pedir por comida no aplicativo através de comandos de voz. Em setembro deste ano, a startup atendeu 21,5 milhões de pedidos – confira toda a sua trajetória.

A cultura da 99: foco em inovação e diversidade

A 99, startup de mobilidade brasileira, possui mais de mil funcionários. A cultura da empresa é modelada por dois pilares: inovação e diversidade. De acordo com Luciana Andreotti, diretora de RH da empresa, a 99 busca que 50% de seu quadro de empregados seja composto por mulheres. Além disso, a startup busca ser guiada por dados, gerar valor para os usuários, ter foco nos resultados e trabalhar com paixão e diversão.

Brasil tem primeira certidão de nascimento digital registrada em blockchain

O bebê Álvaro de Medeiros Mendonça, nascido em 8 de julho, inaugurou o registro de bebês na blockchain no Brasil. O processo de registro foi realizado de forma totalmente digital – os pais não tiveram que comparecer a um cartório físico após o nascimento do filho. A iniciativa foi realizada pela startup Growth Tech.

Startup Scoo irá oferecer patinetes em estações do metrô por R$ 4,30 por 15 minutos

A Scoo, startup de patinetes e bicicletas compartilhadas e elétricas, irá oferecer patinetes nas estações do metrô das linhas 5-Lilás e 4-Amarela. A iniciativa estará disponível no primeiro trimestre de 2020 e chega com um valor competitivo: R$ 4,30 por 15 minutos de corrida. Nos concorrentes, a corrida pode custar R$ 3 apenas para desbloquear o patinete.

Uber lança cartão de crédito com cashback em posto de gasolina e conta digital

A Uber é a mais nova empresa a lançar um serviço financeiro. A companhia lançou o “Uber Money”, iniciativa que reúne uma conta, carteira digital, cartão de débito e crédito. Os usuários poderão receber de 3% a 6% do dinheiro de volta dependendo da transação realizada. Inicialmente, o serviço está disponível apenas para motoristas nos Estados Unidos, mas a expectativa é que seja expandida para todos e em outros países em breve.

Embraer terá avião autônomo, elétrico e que transmite dados

A Embraer afirmou, em um evento da StartSe, que a próxima geração de aviões será composta por aeronaves autônomas, elétricas e que transmitem dados. De acordo com Sandro Valeri, diretor de inovação da empresa, a iniciativa é necessária para que a empresa continue líder no mercado nacional. A companhia já está utilizando inteligência artificial, por exemplo, e parcerias e investimentos em startups para desenvolvimento de novas tecnologias no setor de aviação.

Itaú adquire startup mineira Zup por R$ 575 milhões

O Itaú anunciou, nesta sexta-feira (1), a aquisição da startup mineira Zup. A compra será finalizada dentro de quadro anos, em três diferentes etapas. A transação é estratégica para o banco Itaú, que contará com a Zup no desenvolvimento de projetos de transformação digital e em uma nova oferta de serviços conectados aos clientes do banco.

Google compra Fitbit, de smartwatches, por US$ 2,1 bilhões

Quem também realizou uma compra estratégica foi o Google. A empresa adquiriu a Fitbit por US$ 2,1 bilhões. A Fitbit oferece relógios inteligentes voltados para a saúde e exercícios físicos com base nas características e objetivos de cada usuário. Com a compra, a expectativa é que o Google lance dispositivos wearables em um mercado que ainda não está presente.

Netflix irá investir R$ 350 milhões em produções brasileiras

A Netflix teve um bom resultado com as produções originais do Brasil e, por isso, irá investir R$ 350 milhões no setor. Entre os sucessos, estão a série “3%”, “Coisa Mais Linda” e “Sintonia”. Além do investimento, a empresa contratou o comediante Leandro Hassum para estrelar dois filmes – o primeiro está previsto para o fim de 2020.