Elon Musk diz que chip da Neuralink pode combater esquizofrenia

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

14 de novembro de 2019 às 13:37 - Atualizado há 1 ano

Logo Summit 2021 O evento que irá definir o ponto de partida para você construir sua estratégia vencedora para 2021

100% online e gratuito

De 23 a 25 de Fevereiro, das 17hs às 20hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Elon Musk, o CEO da Tesla, Neuralink e SpaceX, afirmou, em um podcast, que o chip cerebral desenvolvido pela Neuralink poderá ser utilizado no tratamento de esquizofrenia e autismo. Anteriormente, o empreendedor já havia mencionado a possibilidade de auxílio no tratamento de Parkinson e Alzheimer.

Musk espera que o chip auxilie não apenas no tratamento de transtornos neurológicos, mas também atue no combate a perda de memória, que acontece naturalmente com o envelhecimento. O objetivo é que o chip seja implantado no cérebro de seres humanos, conectando-os a computadores.

O chip com inteligência artificial está sendo testado em macacos. A expectativa é que ele crie um laço neural entre pessoas e tecnologia, aumentando nossas capacidades e nos equiparando às máquinas.

“A Neuralink tem o objetivo de resolver o risco existencial associado a superinteligência artificial digital. Nós não seremos mais inteligentes do que um super computador, então, se não pode vencê-los, junte-se a eles”, disse Musk no podcast Artificial Intelligence, de Lex Fridman.