Elon Musk apresenta seu primeiro túnel de transporte ultrarrápido

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

19 de dezembro de 2018 às 11:07 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Elon Musk apresentou, nesta terça-feira (18), o primeiro túnel ultrarrápido concluído pela The Boring Company. A inauguração aconteceu em Hawthorne, na Califórnia, oito dias depois do previsto pelo executivo em seu Twitter. Com quase dois quilômetros de comprimento, o túnel abrigou um dos veículos elétricos autônomos da Tesla e custou US$ 10 milhões para ser concluído.

Equipado com pneus retráteis que ficam acoplados aos trilhos, o veículo, que estava posicionado em uma estação na rua, desceu por uma espécie de elevador de transporte para o subsolo, acelerando pelo túnel em meio à luzes verdes e azuis.

Depois do trajeto, o carro foi posicionado novamente em outro elevador, sendo transportado de volta para a superfície. Dentro do veículo, convidados puderam andar no transporte da The Boring Company pela primeira vez.

“Tesla no túnel da @boringcompany com engrenagem de roda retrátil que transforma um carro em um trem guiado por trilho”, disse Musk em seu Twitter.

Hoje, os veículos não excedem 80km/h, mas futuramente poderão atingir até 250 km/h. O objetivo de Musk é desenvolver túneis em 3D, ou seja, que passam por cima uns dos outros formando diversas camadas.

Além do transporte de carros, de acordo com a The Boring Company, os passageiros também poderão se transportar em uma cápsula que comporta até 16 pessoas. As cápsulas são chamadas de “Loop”.

Assista o vídeo aqui

Musk ainda não divulgou datas para o uso regular da estrutura, mas adiantou que as rodas especiais não serão patenteadas e poderão ser instaladas em outros carros elétricos. Em seu Twitter, o executivo afirmou que os passageiros poderão ter a sensação de se teleportar pela cidade.