Electrify America, da Volkswagen, criará recarga autônoma para carros elétricos

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

2 de agosto de 2019 às 09:45 - Atualizado há 1 ano

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

A Electrify America, subsidiária do Grupo Volkswagen que possui uma rede de carregamento de veículos elétricos, anunciou uma parceria com a Stable Auto, que também desenvolve estações de recarga. As empresas estão criando uma solução autônoma que abastece os veículos sem intervenção humana. A previsão é de instalar um projeto piloto em São Francisco, com uma solução robótica conectada a um carregador rápido de 150 kW. 

Este será o primeiro local de carregamento autônomo comercial e está previsto para ser inaugurado no início de 2020. A Stable fará o gerenciamento do projeto e combinará sua tecnologia robótica e software com os carregadores da Electrify America.

Os veículos poderão estacionar próximo a um robô, que automaticamente fará a recarga. “Para o benefício de nossas cidades e, finalmente, do nosso planeta, estamos entusiasmados em apresentar este novo paradigma de cobrança juntamente com a Electrify America ”, disse Rohan Puri, co-fundador e CEO da Stable, em um comunicado.

Segundo Wayne Killen, diretor de planejamento de infraestrutura e desenvolvimento de negócios da Electrify America, os veículos elétricos e autônomos terão um papel importante no futuro da direção, e opções de carregamento sob medida são fundamentais.

“Acreditamos que a infra-estrutura de carga elétrica confiável e de alta potência é essencial para a adoção acelerada de veículos elétricos nos EUA e reconhecemos que soluções fundamentais como o carregamento rápido podem ser adaptadas para diferentes necessidades de carga”, disse Killen.