Hospital Alemão Oswaldo Cruz adota realidade virtual para treinar área médica

Avatar

Por Da Redação

11 de dezembro de 2019 às 18:25 - Atualizado há 6 meses

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz, de São Paulo, irá utilizar realidade virtual (VR) como mais um recurso para ensinar estudantes de cursos técnicos e tecnológicos, graduação e pós-graduação da área médica e multiprofissional de saúde.

A iniciativa é fruto de uma parceria com a edtech MedRoom, que usa VR e conceitos de gamificação no treinamento de universitários. A tecnologia será utilizada para a exploração do corpo humano em 3D em aulas de anatomia e fisiologia da Faculdade e Escola Técnica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Edtech 2020: Saiba como as novas tecnologias para a educação estão transformando os negócios

“Buscamos trazer um leque de possibilidades para enriquecer a experiência do aluno. A realidade virtual será aproveitada tanto para educação quanto nos treinamentos”, diz Gustavo Faibischew Prado, gerente de inovação e educação médica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

A tecnologia permite visualizar com grande realismo todas as partes do corpo humano, sem a necessidade do estudo com cadáveres. Além disso, a estrutura interna de cada órgão pode ser ampliada, sistemas e órgãos podem ser isolados e examinados de qualquer ângulo.

“A realidade virtual ajuda na concentração, na visualização e no entendimento do corpo humano. Pensamos, inclusive, em integrar nossa solução a consoles de videogame para ampliar o acesso de professores, alunos e profissionais da saúde ao produto”, afirma Vinícius Gusmão, cofundador e CEO da MedRoom.

Construtech 2020: Venha conhecer as tecnologias e os novos negócios que estão transformando a cadeia da construção