Toyota vai ser agressiva em carros autônomos, investindo US$ 2,8 bilhões

Avatar

Por Elena Costa

6 de março de 2018 às 16:07 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Toyota criou a Toyota Research Institute-Advanced Development (TRI-AD) para perseguir a sua estratégia de expansão no desenvolvimento de sistema de software para carros autônomos. A nova empresa da gigante japonesa está sendo criada em parceria com Aisin Seiki e Denso. O trio planeja investir US$ 2,8 bilhões na TRI-AD nos próximos anos e contratar cerca de 1.000 pessoas.

O objetivo da Toyota com a TRI-AD é explorar a inteligência artificial com foco para carros autônomos e robótica. Vale ressaltar que a empresa é uma offshoot do instituto da própria Toyota criado em 2015 com a promessa de US$ 1 bilhão em investimento. A TRI-AD atualmente trabalha em dois caminhos: um para veículos totalmente autônomos e um para sistemas de assistência ao motorista.

Ele demonstrou essas tecnologias em um veículo de teste Lexus LS 600hL e mostrou um conjunto mais simplificado de hardware com uma nova versão do carro na CES no início deste ano. A Toyota em comunicado disse que o objetivo do TRI-AD  será de criar um “software totalmente integrado, de qualidade de produção para a condução automática”.

Com sede em Tóquio, a nova offshoot terá o seu software para carros autônomos ligado ao da Toyota para criarem assim um carro 100% autônomo e totalmente japonês.  Além disso, a criação da TRI-AD é uma ação relativamente única na indústria automobilística já que muitas montadoras compram startups para avançar sua tecnologia.

A GM comprou a startup Cruise Automation para conseguir avançar no Chevy Bolt autônomo. Já a Ford comprou a Argo para acelerar os seus esforços para criar um veículo autônomo. Enquanto isso, há várias empresas do Vale do Silício tentando criar o mesmo tipo de solução de “full-stack” (ou similar) para autonomia de carros que eles podem então virar e vender para fabricantes de automóveis que querem alguma ajuda.

A Waymo, que começou como o projeto de automóvel carro autônomo dentro do Google, pretende ser uma dessas empresas e já se associou à Fiat-Chrysler no desenvolvimento de seus veículos. Aurora Innovations é outro. Iniciado pelo homem que dirigiu o projeto original do carro autônomo do Google, a Aurora chegou recentemente a fazer negócios para fornecer sua própria tecnologia de veículos autônomos para a Volkswagen e a Hyundai.

Para ficar por dentro de todas as novidades do mercado e as  maiores tendências para se observar ao longo do ano e quais as apostas dos maiores especialistas, confira o nosso e-book 2018: The Observation Deck.

(Via The Verge)

Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]