Startup de delivery de refeições levanta US$ 77 milhões em rodada da Nestlé

Avatar

Por Lucas Bicudo

21 de junho de 2017 às 09:58 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A startup de delivery de refeições Freshly levantou uma nova rodada de Série C, no valor de US$ 77 milhões, liderada pela gigante Nestlé e com participações da Highland Capital Partners, Insight Venture Partners e White Star Capital.

Desde seu lançamento em 2015, a Freshly já levantou US$ 107 milhões. A nova quantia será usada para expansão – o serviço está presente em 28 estados, principalmente na Costa Oeste e Região Central dos Estados Unidos.

“A Nestlé é a maior empresa de alimentos do mundo e este é o primeiro investimento considerável [de sua indústria]”, disse Michael Wystrach, co-fundador e CEO da Freshly, em entrevista à Fortune. “A evolução dos alimentos em mercearias está mudando dramaticamente. Estamos nos estágios iniciais desse movimento, mas está ganhando força e vai melhorar cada vez mais”.

Os kits de refeições são uma categoria emergente que visa desafiar lojas e restaurantes enviando quase todos os ingredientes necessários para preparar uma refeição fresca. Há dezenas de serviços disponíveis, cada um com seu próprio gancho de marketing, às vezes esperando atrair vegetarianos, ou aqueles que querem aprender mais sobre como cozinhar.

Aqui está a sacada da Freshly: a startup oferece refeições totalmente preparadas, que podem ser feitas no microondas e prontas para comer em apenas três minutos. Não é necessário cozinhar.

Veja também: temos o e-book: “Como inovar em corporações com startups“, que pode ser baixado gratuitamente através do link e te ajudará a se situar sobre o que está rolando de mais quente no ecossistema.

Os kits de refeições e os serviços de entrega de comida do tipo Instacart e Google Express fazem parte da disrupção do mercado de supermercados nos EUA, avaliado em US$ 781,5 bilhões. Os especialistas dizem que milhões de norte-americanos querem comprar seus alimentos online e essa tendência explica, em parte, porque a Amazon pagou US$ 13,7 bilhões para adquirir o mercado orgânico Whole Foods Market.

“O modelo tradicional de alimentos está mudando e continuamos a ver um aumento em consumidores mais conscientes de sua saúde, que estão buscando novas opções e serviços que se encaixam mais facilmente em seu estilo de vida”, disse Jeff Hamilton, presidente da Divisão de Alimentos Nestlé, em uma declaração.

Em meio a esse clima, o crescimento global das vendas da Nestlé em 2016 foi o mais lento que a empresa já presenciou em mais de duas décadas. O movimento é estratégico.

Wystrach disse que o investimento da companhia ajudará a startup a abrir mais instalações e suportar a crescente demanda por seus serviços. A Freshly estima que este ano enviará mais de 8 milhões de refeições. Não há planos para incluir as marcas de alimentos da Nestlé em kits da Freshly.

(via Venture Beat)

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]