Próxima gigante do Vale dá mais alguns passos para se tornar uma empresa de IA

As ações da Nvidia aumentaram em parte porque as unidades de processamento de gráficos (GPUs) estão se tornando populares além do mundo dos jogos

Avatar

Por Lucas Bicudo

10 de novembro de 2017 às 18:19 - Atualizado há 2 anos

nvidia

A Nvidia, em seu mais novo relatório de ganhos, apresentou resultados que superaram as expectativas, além de evidenciar a mudança de foco no business da companhia. A próxima gigante do Vale do SIlício não é mais uma empresa apenas de chips gráficos para gamers; sua área de atuação expandiu para processamento paralelo em data centers e processamento de Inteligência Artificial para redes neurais de deep learning e carros autônomos.

A empresa registrou lucro por ação de US$ 1,33 (acima de 60% em relação ao ano anterior), em uma receita de US$ 2,6 bilhões (32%), superior ao esperado por Wall Street. O preço das ações cresceu mais de 100% em relação ao ano passado diante da popularidade do conceito de Inteligência Artificial. Os analistas esperavam que a empresa de Santa Clara, Califórnia, reportasse ganhos de 94 centavos por ação em receitas de US$ 2,36 bilhões. Um ano atrás, a Nvidia reportou 83 centavos de lucro por ação em receitas de US$ 2,0 bilhões.

“Tivemos um ótimo trimestre em todos os nossos motores de crescimento”, disse Jensen Huang, CEO da Nvidia, em um comunicado. “As indústrias em todo o mundo estão acelerando a adoção de IA”.

O maior negócio da Nvidia, entretanto, ainda é chips para games – registrou US$ 1,56 bilhão de receita no terceiro trimestre fiscal, encerrado em 31 de outubro. A GeForce e o Nintendo Switch estão crescendo expressivamente, segundo o CEO. A Nvidia fornece o chip principal para o console de jogos da Nintendo e os GeForce são os chips gráficos para jogos de PC. A receita de data centers é de US$ 501 milhões, um aumento de 109% em relação ao ano anterior. O saldo da receita provém da visualização profissional, do automóvel e dos fabricantes de equipamentos originais e da propriedade intelectual.

As ações da Nvidia aumentaram em parte porque as unidades de processamento de gráficos (GPUs) estão se tornando populares além do mundo dos jogos. Elas estão sendo usadas para lidar com tarefas de processamento paralelo sem gráficos, aplicações de Inteligência Artificial, administrar criptografia e carros autônomos.

Esse é um claro esforço de uma gigante do mercado para se reinventar. A Nova Economia está revolucionando a cultura de gestão corporativa. A tecnologia tem desafiado modelos de negócios estabelecidos. As boas práticas de gestão e governança são importantes, mas não aceleram mudanças disruptivas. Existe um novo ecossistema de inovação que quer tomar o mercado dos incumbentes. Como juntar forças e se beneficiar dessa conexão, visando tanto a inovação radical, quanto a inovação incremental?  Não perca a oportunidade de conhecer o evento que a StartSe está promovendo sobre inovação corporativa via startups.

A empresa sempre enfrenta um cenário de incertezas e muita competição, pois é uma gigante vivendo entre gigantes ainda maiores. A Nvidia está competindo com a Apple TV através do seu Shield 4K set-top box, que agora possui a tecnologia Google Assistant integrada. A Tesla também insinuou esta semana que está tentando criar seus próprios chips de IA em parceria com a Advanced Micro Devices – em vez de usar chips Nvidia AI. Mas a Nvidia também disse recentemente que funcionaria com a Alibaba e a Tencent da China para fornecer tecnologia para seus vastos centros de dados.

Esta semana ainda houve um desdobramento considerável, quando o diretor de gráficos da AMD, Raja Koduri, renunciou e depois disse que se tornaria o principal arquiteto para a computação básica e visual da Intel. A Intel disse que se deslocaria para chips gráficos high-end, onde Nvidia é o player dominante. No próximo trimestre, a companhia espera mais crescimento, com receita de US$ 2,65 bilhões e margens de lucro brutas fortes de 59%.

(via VentureBeat)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]