Porto Seguro lança gestora para investir em startups; 1° fundo tem R$ 400 milhões

Da Redação

Por Da Redação

13 de julho de 2016 às 11:22 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Porto Seguro lança um nova gestora para investir em startups, a Porto Capital, com capital de R$ 400 milhões. A companhia é a primeira seguradora brasileirta a entrar no mercado de growth e venture capital.

A empresa quer alinhar visão de longo prazo, investimento de vanguarda, e gestão independente para ajudar novos empreendedores brasileiros. “Buscamos nos diferenciar alinhando foco setorial claro, inteligência empresarial aplicada, time experiente e gestão de investimentos estruturada”, diz Marcelo Picanço, Diretor Geral de Investimentos, responsável pela Porto Capital.

A gestora terá dois Managing Directors. O primeiro é Anibal Messa, com 15 anos de experiência em Private Equity e Venture Capital, e que realizou investimentos em Buscapé, Netshoes e Scup, e Frederico Mesnik, que era gestor de renda variável da Humaitá Investimentos e tem mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro. “Temos um time experiente, que alinhado ao network e expertise em serviços da Porto Seguro, tem como único foco produzir retornos superiores aos quotistas”, afirma Picanço.

Como é comum em fundos administrados por companhias, ele se posicionará em setores em que o time e a empresa possuem expertise, focando principalmente em serviços associados à inovação tecnológica e modelos de negócio diferenciados. “Acreditamos que foco e profundidade estratégica na avaliação e desenvolvimento dos negócios fazem a diferença”, afirma Mesnik. Os setores selecionados são: serviços financeiros, consumo qualificado, saúde, tecnologia e educação – que a Porto identifica como “setores relevantes e menos afetados pelos ciclos e turbulências macroeconômicas”.

O primeiro fundo da gestora, o Porto Growth Edge I deve focar em investimentos de Growth Capital e Venture Capital no Brasil, com a estratégia de investir no setor de serviços, em empresas de alto crescimento e que possuam inovação. “Buscamos empresas que atuem em grandes mercados potenciais e tenham clara vantagem competitiva ”, afirma Anibal Messa. Este primeiro fundo tem um tamanho alvo de R$ 400 milhões e buscará empresas para investir que estejam em patamar de faturamento entre R$50 e R$150 milhões.

A maior parcela do fundo será alocado em empresas que apresentem alto crescimento. O restante irá para venture capital, em empresas focadas em grandes mercados, com tração, equipe dedicada, e com vantagens competitivas. A gestora terá investimento âncora da Porto Seguro, mas também será aberta para outros quotistas, tanto brasileiros quanto estrangeiros.

Mensagem da Brasil Ventures 

Olá, tudo bom?

Eu sou o Vinicius, Diretor Executivo do Brasil Ventures, uma organização para ajudar empresas como a sua a entenderem o novo ambiente de inovação e se manterem competitivas, através de Corporate Venturing.

Corporate Venturing é a forma de empresas inovarem mais rápido e mais barato por meio de investimento em startups ou transformando seus projetos internos em startups dirigidas por seus colaboradores, chamados de intra-empreendedores.

Eu quero te convidar para batermos um papo sobre este assunto! É só se cadastrar aqui em baixo e eu vou te enviar alguns e-mails  com o melhor conteúdo de Corporate Venturing para te ajudar a inovação mais rápida e disruptiva, fortalecendo seu negócio.

Este é um canal de comunicação direto para te ajudar. Quero saber das suas dificuldades e objetivos. O Brasil Ventures pode te ajudar a criar conexões com empresas inovadoras no Brasil e no mundo, oferece o melhor conteúdo e as melhores práticas de Corporate Venturing.

Faça parte da nossa comunidade e seja protagonista da próxima revolução no mercado.

Aguardo seu contato.

Abraços,

Vinicius Scaramel, Diretor-Executivo Brasil Ventures

[php snippet=7]