Honda e SoftBank se unem para fomentar pesquisas do 5G para carros

Avatar

Por Elena Costa

23 de novembro de 2017 às 11:46 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Para fomentar as pesquisas sobre o 5G a Honda e o SoftBank se associaram para, segundo os planos, testarem a tecnologia em abril de 2018 no Japão. A quinta geração promete ser 100% mais rápida que a 4G, mas pode diminuir quando sair definitivamente para o público.

Os investimentos por parte da indústria automobilística nesse setor pois os carros autônomos irão aproveitar a melhor conexão para aprimorar suas múltiplas interações com outros dispositivos conectados. Esses dispositivos IoT (Internet das Coisas) também dependerão do 5G.

O SoftBank garante que irá instalar uma base experimental de 5G no Honda R&D Takasu Proving Ground, local privado utilizado para teste de veículos, que se localiza no Norte do Japão. A ação está prevista para abril do ano que vem e cobrirá tecnologia V2V e conectividade de internet.

A parceira irá desenvolver novas antenas que irão facilitar a comunicação entre veículos de alta velocidade e também tentará suportar tecnologias de ‘recuperação’ para áreas com sinal de recepção franca.

Ambas andaram investindo no 5G nos últimos tempos. A Honda explora parceira com a Waymo e avisa que planeja ter o seu carro autônomo nas vias até 2020. Já SoftBank juntamente com a Advanced Smart Mobility lançou o SB Drive, uma empresa de carro autônomo com o propósito de comercializar serviços inteligentes de mobilidade.

Gostou desse conteúdo? Veja isso: esse é um claro esforço de gigantes do mercado para se reinventarem. A Nova Economia está revolucionando a cultura de gestão corporativa. A tecnologia tem desafiado modelos de negócios estabelecidos. As boas práticas de gestão e governança são importantes, mas não aceleram mudanças disruptivas. Existe um novo ecossistema de inovação que quer tomar o mercado dos incumbentes. Como juntar forças e se beneficiar dessa conexão, visando tanto a inovação radical, quanto a inovação incremental?  Não perca a oportunidade de conhecer o evento que a StartSe está promovendo sobre inovação corporativa via startups.

(Via Venture Beat)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]