Executivos estão preocupados com os apps que podem destruir seus negócios

Da Redação

Por Da Redação

7 de junho de 2015 às 10:30 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Já imaginou um simples aplicativo acabando com toda a sua empresa? Muitos executivos estão preocupados que isso possa de fato acontecer em breve – e buscam soluções para isso diariamente, de acordo com um estudo publicado pelo Business Insider.

Um novo relatório do IBM, chamado “Redefining Boundaries: Insights from the Global C-suite Study”, afirma que executivos de alto escalão citaram o fenômeno da “uberização” como uma ameaça de competitividade primária, que pode acabar com seus modelos de negócios. O termo engloba tecnologias que transformam tarefas comuns em produtos sob demanda.

“Líderes executivos claramente têm uma nova ameaça com que se preocupar – uma que normalmente é invisível até ser tarde demais”, disse Bridget van Kralingen, vice-presidente sênior da IBM Global Business Services. “Ao mesmo tempo, quem tem desempenho maior vê avanços em áreas como computação cognitiva e sistemas que podem sentir e aprender como chave para lidar com eventos disruptivos, o que mostra um caminho a todos os executivos” – 24% dos líderes disseram que focam neste tipo de tecnologia para aprender o que o consumidor quer e precisa.

Os riscos parecem realmente altos, muito embora possa ser mais fácil juntar-se às startups, através do que chamamos de “corporate venturing”.

Companhias “tradicionais” estão preocupadas com a possibilidade de essas novas empresas oferecerem o mesmo serviço de maneira mais rápida e com preços menores. As empresas da uberização são menores e mais ágeis, o que preocupa os jogadores que estão há mais tempo no mercado: “a maior ameaça são os novos competidores que não são classificados como competidores”.

Mais da metade dos executivos de alto escalão (mais especificamente 54%) reconhecem a necessidade de trazer fontes externas à briga contra forças invisíveis; 70% deles planeja aumentar a rede de parcerias para combater tecnologias escondidas.

A lista das ameaças mais significativas, de acordo com o estudo, consiste em:

– Convergência da indústria

– O ambiente de trabalho remoto (trabalhar em qualquer lugar)

– Aumento dos riscos cibernéticos

– Redistribuição do poder de compra dos consumidores

– O imperativo de sustentabilidade

– Mecanismos alternativos de finanças e financiamento

– A economia colaborativa

Uma das maneiras de diminuir o impacto desses riscos, de acordo com pesquisas, é coletar opiniões de consumidores. Mas, surpreendentemente, apenas metade dos pesquisados disse usar esse tipo de feedback; apesar de 60% dos CEOs pesquisados em estudo de 2013 terem falado que pretendiam fazer uso de engajamento de consumidores. A resposta positiva para esta questão na pesquisa atual chegou a 66%.

Executivos de alto escalão também afirmam que aumentarão esforços em “computação em nuvem, soluções móveis, internet das coisas e computação cognitiva”, tecnologias que possivelmente revolucionarão seus modelos de negócios. Além disso, as preocupações com segurança de TI estão cada vez maiores, atingindo 68% dos respondentes.

Resta saber se essas apostas serão o suficiente para afastar os riscos das empresas da “uberização”.

Mensagem do Editor

Ei, tudo bom?

Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.

E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]