Estudo do Itaú prova a importância da tecnologia para grandes empresas

Avatar

Por Lucas Bicudo

6 de outubro de 2016 às 18:10 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O Radar Itaú de Tecnologia é um estudo elaborado a partir dos dados da base de clientes do Itaú Unibanco, para apresentar informações sobre o comportamento dos clientes e quais são os canais mais utilizados. As informações se referem ao segundo trimestre de 2016, quando o número de clientes digitais do banco aumentou 10%, se comparado ao mesmo período do ano passado, totalizando 12,2 milhões de usuários.

Somados, Internet Banking e Mobile Banking tiveram alta de 10% no mesmo período, chegando a 11,7 milhões de clientes. Em segundo lugar ficam os aplicativos para celular, que tiveram aumento de 27% no mesmo período, contabilizando 7,6 milhões de usuários.

Em 2008, 74% das transações eram feitas através de canais tradicionais (terminal caixa, caixa eletrônico, telefone) e apenas 26% eram feitas através de canais eletrônicos (internet e mobile). Em 2013, o jogo virou e 53% das transações eram feitas através do digital, contra 47% dos canais tradicionais. Em 2016, 71% das transações são feitas digitalmente e apenas 29% nos caixas eletrônicos e terminal caixa.

Em 2008, 43% das transações eram feitas via caixa eletrônico, 26% feitas via internet e terminal caixa, 5% por telefone e 0% por celular. Hoje, o canal mais utilizado nas transações é o internet banking, que continua em crescimento, somando 51% no primeiro trimestre de 2016; o celular surpreende e assume a segunda posição, chegando a 20% das transações; e em seguida vem o caixa eletrônico com 18%, terminal caixa com 8% e telefone com 3%.

O número de clientes digitais aumentou 10% no segundo trimestre de 2016, se comparado ao mesmo período do ano passado, somando 12,2 milhões de usuários. O uso de aplicativos para celular teve aumento de 27%, enquanto a utilização de internet e mobile aumentou 10% e de SMS aumentou 9% no mesmo período.

No segundo trimestre de 2016, o número de transações por meio do mobile aumentou 24% se comparado ao mesmo período do ano passado. Nos seis primeiros meses do ano, o mobile banking somou 1.4 bilhão de transações, enquanto o SMS contabilizou 1.3 bilhão de operações.

Esses números provam a crescente importância da tecnologia para grandes corporações: são os canais digitais que geram a maior quantidade de operações para o Itaú. Além de fazerem grandes investimentos em pesquisa & desenvolvimento para sobreviver à migração para era digital, corporações como o Itaú costumam fazer parcerias, investimentos ou até aquisições de startups – operações que são chamadas de Corporate Venturing.

Aliás, o Itaú é talvez uma das empresas com mais opções de startups para fazer parceria com: além de liderar uma excelente iniciativa para startups em São Paulo, o Cubo, a empresa está no ramo financeiro – onde há inúmeras fintechs.

Grandes empresas B2C que não migraram parte de sua operação para a web ou canais de digitais estão atrasadas. E são dados como estes gerados em pesquisas como essas do Itaú que mostram isso.

 

[php snippet=5]
E não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!