É só até amanhã: tudo o que você precisa saber sobre o Liberty Open CoLab

Para que não haja absolutamente nenhuma dúvida sobre as condições de participação necessárias, decidimos montar essa matéria

Avatar

Por Lucas Bicudo

28 de setembro de 2017 às 17:42 - Atualizado há 2 anos

Amanhã (29) é o último dia para se inscrever no Liberty Open CoLab, programa de conexão com startups da Liberty Seguros. Para que não haja absolutamente nenhuma dúvida sobre as condições de participação necessárias, decidimos montar essa matéria com tudo que você precisa saber sobre a iniciativa.

Escopo do programa

O Open CoLab busca por startups que tenham soluções relacionadas a 4 componentes que, uma vez integrados, farão parte de um produto a ser testado no mercado. São eles:

Solução sob demanda: para exemplificar a ideia, falaremos da startup Trov, que atua nessa vertente e já é capaz de oferecer preços mais competitivos e personalizados de acordo com a necessidade de cada um. A insurtech permite que você contrate serviços individuais sem falar com ninguém. Neste momento, a Trov assegura apenas equipamentos eletrônicos de consumo e fotografia, mas eles pretendem “cobrir joias, artigos esportivos e outras propriedades que podem ser razoáveis ​​de forma confiável”. O CEO Scott Walchek, ao Biz Journals, diz que o que sua empresa faz é o que o iTunes fez com os álbuns musicais ou que o Netflix fez com a TV a cabo. Você escolhe agora o seguro que deseja e não tem que arcar com uma série de coisas que no conjunto da obra eram ofertadas, mas acabavam ficando de lado.

Solução de pagamento pré-pago: nesse caso, falaremos da Conta Um, uma fintech que foi criada por um grupo de investidores para ser um canal de inclusão social, financeira, de relacionamento e negócios. A ideia é oferecer uma alternativa àqueles que não desejam ou não podem ter uma conta em um banco. A startup permite que o usuário crie sua wallet – que é uma conta digital – e realize todos os serviços de transação bancária por meio de um aplicativo, site ou cartão pré-pago.

A ideia é que todas as pessoas tenham acesso a serviços bancários sem burocracia — como oferece um cartão pré-pago, sem risco de calote para a companhia, é bem simples e rápido para abrir uma conta. Serviços incluem itens como transferência de valores entre as contas operantes na Conta Um sem custo, compras do dia-a-dia em sites e aplicativos de e-commerce e todos os estabelecimentos que operam com a bandeira Mastercard no Brasil, saques em máquinas da rede Banco24Horas e rede Cirrus, acesso às promoções exclusivas e descontos na rede conveniada, consulta de extrato e saldo a qualquer momento, sem custo.

Benefícios (cashback): o exemplo de startup com esse tipo de serviço é a Trigg, que oferece o Trigg Visa, cartão de crédito digital que permite ao usuário um cashback de até 1,3% do valor gasto na fatura mensal. A quantia pode ser utilizada como crédito ou doada para o Triggers powered by Visionários – trata-se do único cartão no Brasil conectado à uma ideia de fomento ao empreendedorismo social. “Considerando, por exemplo, um retorno de 1% ao mês, se o cliente tiver uma gasto mensal de R$ 3 mil, seu resgate mensal será de R$ 30, o que totaliza R$ 360 no ano”, explica Marcela Miranda, sócia e Head da Trigg. O cartão é 100% digital, permitindo que o cliente, diretamente de um aplicativo, tenha acesso à fatura, bloqueio e desbloqueio, consulta e alteração de limite.

Solução P2P (peer to peer): uma ferramenta que permita que um usuário ajude a converter um conhecido em usuário também – ganhando, para tal, benefícios. Isso abre um novo canal de aquisição para empresas. Sua startup pode ter esse tipo de “programa” de afiliados e ser acelerada pela Liberty.

Oportunidade de mercado

Até junho de 2017, o mercado de seguros arrecadou R$ 117,9 bilhões (com crescimento de 3,5% em relação ao mesmo período do ano anterior), conferindo 3,7% de representação no PIB nacional. Mesmo com uma participação expressiva na economia, apenas uma pequena parcela dos brasileiros possui algum tipo de seguro, evidenciando uma belíssima oportunidade a ser capitalizada. A questão é: o formato tradicional de oferta e comercialização não será capaz de atender às necessidades dessa nova geração de consumidores, cada vez mais exigentes e talhados na tecnologia.

Torne-se fornecedor ou parceiro da Liberty

Não perca a chance de gerar receita ao ser contratado como fornecedor ou parceiro da Liberty Seguros, sem nenhuma cessão de participação; e testar sua solução em situações reais numa empresa inovadora, com participação significativa no mercado.  As selecionadas serão aquelas com aderência aos componentes e que estejam no estágio de MVP desenvolvido e validado ou mesmo que já tenham seu produto ou serviço disponíveis no mercado. Não importa o tipo de tecnologia nem onde a startup está localizada.

Cronograma

Logo depois do screening, acontecerá a avaliação das inscritas para o Pitch Day, que vai rolar no dia 23 de outubro. A etapa seguinte é a de conexão: aprofundamento dos requisitos dos componentes e do entendimento das soluções para avaliação da pertinência de estruturação e realização de um piloto – acontece nas duas primeiras semanas de novembro. Por fim, até dezembro, terá o balanço entre os resultados esperados e os resultados alcançados e deliberação sobre a continuidade e formato da relação entre a startup e a Liberty Seguros.

Lembrete de inscrições

Essa sexta-feira é o último dia! Para se inscrever, basta clicar aqui.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]