Digio, o anti-Nubank dos grandes bancos, adquire startup para oferecer cashback

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

18 de dezembro de 2017 às 16:34 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

O Digio é um cartão sem anuidade e juros rotativos totalmente operado de forma online, por meio de um aplicativo. Você lembrou de outro cartão semelhante? Criado pelo Banco CBSS – uma junção do Bradesco e Banco do Brasil -, o Digio é o cartão de resposta de dois dos grandes bancos brasileiros para o Nubank – startup que vem aterrorizando os bancos.

Como uma maneira de tornar a concorrência ainda mais acirrada, o Banco CBSS anunciou a aquisição da startup Poup. O Poup é um cashback – ou seja, os clientes que comprarem em lojas afiliadas receberão uma porcentagem do dinheiro de volta. A porcentagem é definida por cada loja individualmente, mas é vista como uma forma muito forte de incentivar as pessoas a usarem mais o cartão de crédito.

Americanas, Casas Bahia, Dafiti, Extra, Magazine Luiza, Fnac e Netshoes são algumas das lojas que oferecerão o cashback. E, além desse serviço, os clientes que usam Digio terão acesso a cupons de desconto e ofertas. Inicialmente, os benefícios só estarão disponíveis nas lojas online.

Antes da aquisição do Poup, os clientes do Digio não possuíam nenhum programa de benefícios. A integração com a startup trouxe benefícios para os clientes do Digio e do Poup, que receberão um acesso diferenciado ao cartão de crédito.

“A aquisição da plataforma de cashback Poup é parte de um plano de ações com foco total em concessão de benefícios para os nossos clientes. Trazer o Poup para perto nos proporciona combinar experiências positivas e convertê-las de forma prática e inovadora ao cliente. A Poup é uma startup brasileira tradicional, que já foi acelerada pela Wayra/Telefônica, passou pelo programa Startup Brasil do Governo Federal e construiu grandes resultados, integrada com uma grande variedade de e-commerces, com uma tecnologia sólida e uma relação bastante positiva com seus clientes”, conta Carlos Giovane, CEO do Banco CBSS.

O Digio nasceu como uma resposta dos bancos à concorrência de uma startup – o Nubank -, e se associou a outra para se tornar ainda mais competitivo. Esse movimento não é inédito entre empresas e startups. Formas de como empresas podem são discutidas no Fast Innovation, novo produto do StartSe para empresas poderem inovar. Confira.