Breaking The Walls conecta startups de direito e RH com empresas estabelecidas

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

25 de Maio de 2018 às 12:01 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Conhecendo o potencial e valor das conexões entre startups e empresas estabelecidas, a StartSe realizou mais uma rodada do Breaking The Walls – evento no qual as startups apresentam suas soluções aos players mais maduros do mercado. O objetivo é que as empresas se conheçam, planejando estratégias para trabalharem em parceria caso haja afinidade.

O evento aconteceu na sede da StartSe em São Paulo, no Spaces co-working. As startups selecionadas na base da StartSe puderam apresentar seus pitches para corporações e empresas estabelecidas, com a possibilidade de tornarem-se possíveis fornecedoras. As áreas abordadas pelo Breaking The Walls, que acontece uma vez por mês, são: Recursos Humanos & Jurídico, Marketing & Vendas, Financeiro & PMO e TI & Compras.

Desta vez, participaram da rodada do setor jurídico as startups Digesto, IDwall, Netlex, Sem Processo e SigaLei. As lawtechs contribuem para que departamentos jurídicos agilizem seus processos, muitas vezes até evitando que os mesmos sejam criados e resolvendo conflitos com acordos. Além disso, as startups podem contribuir transformando dados em inteligência jurídica, trazendo mais assertividade aos colaboradores.

Já as startups de Recursos Humanos facilitam a gestão dos colaboradores e promovem engajamento de equipes, oferecendo ferramentas que auxiliam na mudança de cultura das empesas. As empresas auxiliam até mesmo em processos seletivos, permitindo que algumas etapas sejam feitas online, com gravação de pré-entrevistas. Affinibox, Biz.u, Feedz, Presumé e Rheco.me são as startups que participaram desta rodada.

As startups se apresentaram para executivos e colaboradores do setor de inovação de empresas líderes em seus setores, são essas: Nestlé, Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre,  Cardif, Liberty Seguros, Alpargatas, Assobrav, Emais Urbanismo e Estapar.

Cada ciclo do Breaking The Walls dura 4 meses, no qual as empresas estabelecidas presenciam os pitches das 8 rodadas de apresentação (são duas áreas por evento). Não é preciso esperar o término do ciclo de 8 rodadas para ingressar no programa – todas as empresas seguirão a ordem no próprio ciclo.

Se você deseja participar com sua startup no Breaking The Walls e ter a oportunidade de apresentar soluções e fazer negócios com grandes players, cadastre sua startup em nossa base. Se você representa uma empresa estabelecida ou corporação e deseja ouvir as soluções das startups no Breaking The Walls, entre em contato pelo e-mail lobel@startse.com.

Unindo startups e empresas estabelecidas

As startups são um dos principais ativos da Nova Economia, trazendo soluções que estão transformando todo e qualquer mercado. Por esse motivo, é cada vez mais benéfico que empresas estabelecidas e corporações se conectem com essas empresas inovadoras, pois transformam a concorrência em parceiras.

Consultorias especializadas e times de inovação não são o suficiente para que empresas continuem competitivas, pois devem estar atentas às novidades que chegam ao mercado – e trabalhar em conjunto com as que possuem simetria!

“Por mais que as empresas tentem, elas não conseguem competir com a nova dinâmica de criação de novos negócios que está acontecendo no mercado. Imagine! São milhões de pessoas lá fora – jovens e idosos, pobres e ricos, estudantes e autodidatas, PhDs, executivos, profissionais de todas as áreas, pequenos investidores e grandes fundos de capital de risco – todos pesquisando tecnologias e mercados, interagindo com e como clientes, criando protótipos, tentando, testando e aprendendo rápido. Todos querendo criar rupturas no mercado que as empresas estabelecidas tanto conhecem e dominam. E nunca foi tão fácil e barato tentar criar um novo negócio de grande impacto e escalável”, descreve o manifesto Corporate da StartSe, área voltada especialmente para o relacionamento de startups e corporações.

A StartSe estimula a relação entre os dois diferentes tipos de empresas através de três iniciativas:

Informe-se e aprenda – Promovemos o Corporate Class para promover a discussão de como empresas podem inovar a partir de startups, trazendo exemplos de cases de sucesso e incentivando o networking entre os players durante o evento. Também realizamos o Corporate Class in Company, um workshop interno para empresas interessadas em aprender as metodologias utilizadas no Vale do Silício.

Conecte-se ao ecossistema brasileiro – Através do próprio Breaking The Walls ou do Screening, iniciativa na qual a StartSe realiza parcerias com empresas estabelecidas na busca e curadoria de startups adequadas para parcerias ou se tornarem fornecedoras.

Conecte-se ao ecossistema internacional – Apesar de possuirmos um ecossistema cada vez mais forte, o Vale do Silício continua a ser um grande polo de inovação e startups. Por esse motivo, a StartSe possui o Spot – um programa no qual a utilizamos nossa estrutura no Vale do Silício para mapear a estratégia utilizada por determinadas empresas e fornecer relatórios com o que há de mais inovador na região, de acordo com a área demandada. Realizamos ainda as Missões Corporate com grupos de executivos interessados em realizar uma imersão no ecossistema e aprender como grandes empresas multinacionais estão inovando e se relacionando com startups no Vale do Silício.