C6 Bank desenvolve “robô conselheiro” com alunos do MIT

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

28 de janeiro de 2019 às 16:50 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O novo banco digital C6 Bank ainda não lançou seus produtos para o público, mas já está contando com uma mentoria de peso. O banco está desenvolvendo um robô-consultor com alunos do MBA Sloan do MIT, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

O C6 Bank e a Gocase – empresa de produtos personalizados – estão participando do G-Lab, Laboratório Global de Empreendedorismo em colaboração com o MBA do MIT. No programa, os alunos do MBA auxiliam empresas em desafios reais, auxiliando em áreas como marketing, captação de recursos e estratégia financeira.

No caso do C6 Bank, especificamente, os alunos do MIT estão auxiliando em um plano de criação para um robô-advisor – ou seja, um robô conselheiro para finanças pessoais. O aprendizado está sendo feito a partir de um MVP que está sendo testado durante o mês de janeiro.

“Acreditamos que as universidades e empresas devem trabalhar juntas para promover a inovação. Temos muito orgulho de trabalhar com os alunos do MIT Sloan e esperamos poder continuar fortalecendo nossa parceria”, disse Eduardo Prado, sócio do C6 Bank, no anúncio.

O C6 Bank recebeu permissão do Banco Central para operar neste mês. O banco digital foi criado no ano passado e possui cerca de 320 funcionários. Ele se descreve como “um banco que parece uma startup”. Para o futuro, o C6 Bank planeja abrir um escritório em Nova York para se dedicar à análise de dados.

Imersão em novos mercados

Enquanto o projeto do C6 Bank envolve tecnologia, a mentoria para a Gocase é focada em negócios. A marca brasileira está estudando sua expansão para os Estados Unidos com a ajuda dos estudantes.

A Gocase está presente em Fortaleza, Amsterdã e na China. Uma equipe de quatro alunos do MBA do MIT Sloan estão trabalhando no Brasil e Holanda durante este mês para auxiliar no processo.