Bitcoin atinge seu valor mais baixo em um ano

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

14 de novembro de 2018 às 19:19 - Atualizado há 2 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O Bitcoin, moeda criptografada que abriu caminho para o “dinheiro digital”, atingiu seu valor mais baixo desde outubro de 2017 na manhã desta quarta-feira (14). O valor da moeda virtual chegou a US$ 5.550, abaixo da média de US$ 6.500 que possuía até então.

O motivo da baixa é que, em breve, o Bitcoin Cash – moeda já derivada do bitcoin – irá sofrer um “fork”, ou seja, uma atualização. Os forks são comumente usados para corrigir erros ou melhorar as criptomoedas, atualizando seus códigos. Nessas atualizações, é comum que as moedas mudem ou até mesmo surjam novos tipos, como no caso do próprio Bitcoin Cash.

A baixa nos preços do bitcoin significa que os investidores estão esperando para avaliar os próximos passos e qual será a mudança que sofrerá o concorrente. “O resultado final provavelmente será uma divisão na rede, resultando em duas versões diferentes do Bitcoin Cash quando as duas atualizações entrarem em vigor nessa quinta-feira”, disse Mati Greespan, analista sênior da eToro, ao Business Insider.

O boom das criptomoedas foi em 2017, quando a nova tecnologia chegou a ser comparada inclusive com a lendária bolha das tulipas que aconteceu na Holanda, em 1637. No início do ano passado, a criptomoeda valia menos do que US$ 1 mil e chegou a aumentar 2.000%, atingindo a máxima de US$ 19.511,00 por moeda.

Este ano, no entanto, as criptomoedas demonstraram-se mais tímidas – a tecnologia do setor que mais impactou foi, na verdade, a própria blockchain. A blockchain é a rede de transações aberta e criptografada na qual as moedas virtuais estão inseridas e permite a realização de “contratos inteligentes” (também chamadas de “smart contracts”), entre outros.