Bird venderá nova versão de seus patinetes elétricos

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

8 de Maio de 2019 às 12:10 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Bird, startup de compartilhamento de patinetes elétricos, irá vender patinetes para seus clientes. A empresa lançará a versão “Bird One”, modelo que poderá ser de uso próprio ou compartilhado. As unidades disponíveis para venda serão limitadas.

O “Bird One” é a evolução do patinete utilizado atualmente pela empresa, chamado de “Bird Zero”. A nova versão terá o dobro de capacidade de bateria, permitindo o alcance de maiores distâncias (48 km) com uma carga. O modelo será vendido por US$ 1.299 nas cores branco, preto e rosa.

As empresas de patinetes elétricos compartilhados possibilitaram uma nova forma de se transportar nas cidades, gerando também uma mudança de costumes. Agora é possível observar uma maior oferta desses veículos para uso próprio. Mas, entre as opções disponíveis, a Bird afirma que o Bird One é o único patinete para venda que possui GPS e a possibilidade de travá-lo remotamente, pelo aplicativo.

Os modelos estarão disponíveis para venda na Europa e na América do Norte, locais em que a startup atua. Os compradores ganharão US$ 100 para utilizar na frota de aluguel da Bird, além de possuírem um ano de garantia do produto. Outro diferencial é que os compradores terão acesso a rede “Bird Hunter”, equipe especializada em recuperar patinetes perdidos.