Bares do grupo ALIFE passam a aceitar criptomoedas como pagamento

Avatar

Por Elena Costa

23 de fevereiro de 2018 às 11:51 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Grupo ALIFE de Bares de São Paulo, dono de 11 estabelecimentos, acaba de implantar uma solução que possibilita aceitar bitcoin e litecoin como forma de pagamento. O Boteco Boa Praça, localizado na Avenida Faria Lima, será a primeira casa do grupo a adotar a novidade.

A novidade foi lançada em parceria com a CoinWISE, empresa especializada em pagamentos com criptomoedas e soluções em Blockchain, que criou o PayWISE, sistema que viabiliza e torna o processo de pagamento simples, seguro e rápido. Ação possibilitará que os mais de 100 mil clientes da rede usem o novo método de pagamento.

O sistema funcionará da seguinte forma: ao solicitar o pagamento com criptomoedas, o atendente da casa acessa o link da CoinWISE por um smartphone, tablet ou computador, digita o valor da conta em reais e, automaticamente, o sistema calcula em bitcoin/ litecoin. Com isso, um QR-Code da transação é criado e basta o cliente escanear com sua carteira de criptomoedas no celular para o processo ser finalizado com uma mensagem de confirmação.

Gustavo Araújo, sócio do grupo, explica que a empresa esperou o momento certo para aderir as criptomoedas que vem crescendo diariamente e despertando cada vez mais o interesse das pessoas. “Esperamos o momento certo para aderir às criptomoedas porque o Bitcoin não funciona para transações de baixo valor, como contas de bares e restaurantes, já que a taxa de transação é muitas vezes maior que o valor da própria conta e existe uma demora na validação. A grande inovação aqui está em aceitarmos o Litecoin, moeda que tende a ser usada no mundo inteiro para pequenos e rápidos pagamentos, já que, em comparação aos outros meios de pagamentos tradicionais, crédito e débito, o Litecoin tem um valor de taxa inferior para o dono do estabelecimento”, diz Araújo.

Ele ainda afirma que a implementação da nova forma de pagamento foi natural e que“ao mesmo tempo que temos uma enorme demanda de clientes pedindo por esse meio de pagamento, também identificamos uma oportunidade de sermos os primeiros a implementar essa inovação no mercado de bares e restaurantes”.

Além do Boteco Boa Praça, o grupo também é proprietário dos bares Tatu Bola Bar, Eu Tu Eles, Indústria Brasileira Bar, e das baladas SUB e Toca do Tatu.

Atualmente, as criptomoedas têm se destacado devido ao bitcoin. Elas são uma alternativa mais simples de transferir dinheiro para outros países, pois as transações acontecem mais rapidamente e são criptografadas pela blockchain. Ao mesmo tempo, todas as transações estão disponíveis abertamente, promovendo uma segurança em rede. Essa tecnologia é parte da Nova Economia, que surge para mudar o mundo como conhecemos. A blockchain e outras tecnologias inovadoras, como inteligência artificial, são abordadas no nosso e-book 2018: The Observation Deck.

Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]