Por que a Apple já não é a empresa mais inovadora do mundo

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

20 de fevereiro de 2019 às 16:45 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Apple foi coroada, no ano passado, a empresa mais inovadora do mundo, segundo a Fast Company. Agora, o ranking anual da revista a rebaixa para o 17º lugar – um reflexo das transformações que a empresa tem sofrido nos últimos tempos.

Para a Fast Company, a melhor aposta feita pela Apple no ano passado não foi um iPhone ou iPad. Foi, na verdade, o chip A12 Bionic. O componente já presente nos novos iPhones trazem uma “performance dramaticamente mais rápida, menor consumo de bateria e mais fôlego para aplicações com inteligência artificial, realidade aumentada e fotografia de alto nível”.

Os iPhones, produtos carros-chefe da empresa, não têm sido o destaque há um tempo. O impacto foi sentido no bolso: a receita dos smartphones caiu 15% em relação a 2017. Um dos motivos atribuídos por Tim Cook é que as pessoas têm trocado menos de celulares. Para a Fast Company, os chips podem ser o empurrão que a empresa precisa para criar “novas experiências”.

O ranking de 2018

A empresa foi destaque no ano passado principalmente por estar colhendo os frutos de 2017. Este foi o ano em que lançou os AirPods (fones de ouvido sem fio), o smartwatch Apple Watch Series 3 (que acabou se tornando um dos mais vendidos) e o iPhone X.

Já no ranking de 2018, a Fast Company havia notado o potencial dos chips e processadores dos iPhones e iPads. Agora, a revista enxerga usos para além do que a empresa está realizando hoje.

Hoje, a companhia fundada por Steve Jobs parece estar se afastando do que a tornou a empresa mais inovadora de 2018 – os hardwares. A Apple está cada vez mais focada em serviços, com o Apple Music, além de estar preparando seu próprio Netflix e um serviço semelhante focado em notícias.