Apple compra divisão de chips da Intel por US$ 1 bilhão

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

26 de julho de 2019 às 10:00 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Apple assinou um acordo com a Intel para adquirir, por US$ 1 bilhão, a divisão de chips de modem para smartphones da empresa. Cerca de 2.200 funcionários da Intel trabalharão na companhia. A aquisição, que deve ser concluída no quarto trimestre deste ano, ainda inclui equipamentos e eleva o portfólio da Apple para 17 mil patentes de tecnologia sem fio — desde protocolos para padrões de celular até arquitetura e operações de modem.

“Nós respeitamos a Apple há muito tempo e estamos confiantes de que eles fornecem o ambiente certo para que essa equipe talentosa e esses ativos importantes avancem. Estamos ansiosos para colocar todo o nosso esforço no 5G, onde ele se alinha mais de perto com as necessidades da nossa base global de clientes, incluindo operadoras de rede, fabricantes de equipamentos de telecomunicações e provedores de serviços em nuvem”, disse Bob Swan, CEO da Intel, em um comunicado.

Em abril deste ano, a Intel anunciou o interesse em vender sua divisão de chips para smartphones. Com o acordo, a Apple poderá se desvincular de sua atual fornecedora Qualcomm, com quem mantém uma batalha judicial há mais de dois anos. 

“Trabalhamos com a Intel há muitos anos e sabemos que essa equipe compartilha a paixão da Apple por projetar tecnologias que proporcionam as melhores experiências do mundo para nossos usuários”, disse Johny Srouji, vice-presidente sênior de tecnologias de hardware da Apple.