Amazon está desenvolvendo um dispositivo wearable capaz de ler emoções

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

24 de Maio de 2019 às 09:55 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Amazon quer ajudar o seus clientes a gerenciar as suas emoções. Segundo a Bloomberg, a varejista está trabalhando em um dispositivo wearable (ou seja, que pode ser vestido, como um relógio), capaz de reconhecer as emoções humanas. O dispositivo será focado em saúde e bem-estar e terá integração com a Alexa, assistente de voz da empresa.

A assistente de voz já é capaz de entender os hábitos e preferências dos clientes através de cada comando de voz recebido. No entanto, agora a companhia deseja analisar emoções com base nos tons da voz.

Segundo documentos que a Bloomberg teve acesso, é possível que o dispositivo seja capaz, inclusive, de trazer dicas. Ele poderá sugerir como o usuário pode interagir de modo mais efetivo com outras pessoas. O desenvolvimento do dispositivo usável está sendo chamado de “Projeto Dylan”.

O projeto foi iniciado recentemente e irá entrar em fase de testes, mas não há previsão de lançamento ao público. Possuir mais dados da saúde e emoções de seus clientes pode ser uma questão de negócio, pois a Amazon poderá recomendar seus produtos com mais assertividade. No ano passado, a varejista se uniu ao Warren Buffet e JP Morgan para desenvolver soluções de saúde aos seus funcionários. E há especialistas que acreditam que a Amazon pode ser a empresa de saúde com o crescimento mais rápido do mundo.