Amazon Music chega ao Brasil com 50 milhões de músicas

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

13 de setembro de 2019 às 09:30 - Atualizado há 1 ano

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Depois de lançar sua assinatura Prime no Brasil, a Amazon anunciou, nesta quinta-feira (12) a chegada do Amazon Music no país. O serviço de streaming concorrerá com o Spotify, Deezer e Apple Music. Por aqui, a plataforma também oferece músicas de artistas nacionais e playlists com curadoria específica para o público brasileiro. 

“O lançamento de hoje representa um grande passo para o Amazon Music, já que o Brasil é um dos destinos musicais mais importantes no mundo”, afirmou Federico Pedersen, Gerente Geral do Amazon Music para a América Latina, em um comunicado. “Nosso time local vem trabalhando fortemente para oferecer uma seleção de playlists e estações que representam a variedade única da música brasileira e mal podemos esperar para que novos assinantes comecem a ouvi-las”.

O Amazon Music possui uma biblioteca com mais de 50 milhões de músicas. No Brasil, a plataforma traz gêneros como samba, forró, MPB e sertanejo. Disponível para iOs, Android, Mac, PC e Fire TV Stick, o pacote individual custa R$ 16,90 por mês — mesmo preço de seu concorrente Spotify — ou R$169 ao ano. 

A companhia também oferece um teste gratuito de três meses e um plano família, para até seis pessoas, por R$ 25,90 ao mês ou R$259 ao ano. Os assinantes do Amazon Prime também têm acesso ao streaming de música, mas com uma biblioteca reduzida, com 2 milhões de canções.