Salesforce apresenta nova versão de Einstein, o seu assistente de voz para vendas

Dispositivo usa inteligência artificial para identificar tendências nos dados de conversas e fornece aos executivos de vendas informações que podem acelerar negociações

0
shares

Os dispositivos de comando por voz têm ganhado cada vez mais espaço no mercado de consumo — seja por meio dos alto falantes, televisores ou até mesmo geladeiras. Segundo um estudo realizado pela Juniper Research, o número de assistentes pessoais em uso no mundo será de 8 bilhões em 2023, em comparação a cerca de 2,5 bilhões no final de 2018.

Agora é a vez da tecnologia avançar para dentro dos escritórios. A Salesforce apresentou nesta segunda-feira (18) a versão melhorada do seu assistente de voz para vendas, o Einstein (foto), lançado em 2018. O dispositivo usa inteligência artificial para tornar a vida de executivos de áreas comerciais, representantes de vendas e até atendentes de call centers mais fácil.

"A voz é uma grande mudança para o setor e terá tanto impacto nos negócios quanto em nossas casas", disse Bret Taylor, presidente e diretor de produtos da Salesforce, em uma entrevista coletiva que antecedeu o Dreamforce, conferência anual da Salesforce que começa nesta terça-feira (19), em São Francisco (EUA). StartSe acompanha a conferência que acontece até sexta-feira (22).

O objetivo da empresa com o dispositivo é popularizar o uso de voz nos negócios. "Com o Einstein, queremos levar a tecnologia da voz para todas as empresas, oferecendo um guia inteligente e confiável no trabalho", diz o executivo.

Segundo Taylor, o Einstein permite que executivos de vendas insiram notas, adicionem tarefas e atualizem o banco de dados do CRM usando voz. Já a executiva Ally Witherspoon, diretora responsável pelo Einstein e outros projetos de inteligência artificial da Salesforce, destacou que também é possível usar o Einstein para apoiar agentes de call center.

Segundo a executiva, o Einstein pode ouvir o atendimento em tempo real e fornecer proativamente às equipes de vendas e agentes de call center informações relevantes para o consumidor. Pode parecer uma atividade trivial, mas pode ajudar uma das áreas mais críticas (e talvez detestadas pelos consumidores) das empresas.

Com a nova versão do Einstein, a Salesforce quer garantir para os seus produtos que usam inteligência artificial um lugar de destaque nos escritórios. A meta da empresa é levar essas ferramentas para todos os negócios – e não apenas para as reuniões executivas da Salesforce.

Detalhe, a foto que ilustra essa reportagem é de um dos 40 dispositivos que a Salesforce fez para a conferência Dreamforce. A versão para a venda será outra, que a empresa ainda não apresentou.

Leia também:

Porque a tecnologia de voz veio para ficar

Como as empresas estão usando os assistentes de voz?

Conheça 3 startups brasileiras que usam assistentes de voz em seus produtos

Tecnologia de voz: os setores impactados por essa tendência

As barreiras na adoção da tecnologia de voz no Brasil

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários