Conheça a Vulcan: empresa que usa a tecnologia para preservar a vida selvagem

A Vulcan utiliza ciência e tecnologias de ponta para evitar, por exemplo, a caça de elefantes ameaçados de extinção

0
shares

Paul Allen, cofundador da Microsoft ao lado de Bill Gates, deixou mais que a gigante da tecnologia como legado, após falecer em outubro de 2018. Filantropo, Allen criou em 1986 a Vulcan, empresa que utiliza ciência e tecnologias de ponta para resolver problemas humanitários ao redor do planeta. Um dos últimos projetos liderados pelo empresário foi o uso de drones de vigilância para monitorar e evitar a caça de animais selvagens na África.

A empresa utiliza veículos aéreos não tripulados para monitorar a população de elefantes, ameaçados de extinção, e divulgou em 2016 o censo da população de elefantes, um relatório detalhado sobre a espécie nas savanas africanas. Agora, os profissionais da Vulcan estão desenvolvendo drones especializados em identificar atividade de caçadores.

A ideia não é intervir diretamente na comunidade local, mas sim reunir o máximo de informações para repassar às autoridades. “No fim das contas, se você tem acesso a este tipo de inteligência, você pode ter patrulhas melhores e menos emboscadas aos animais”, afirma Pawan Nrisimha, responsável pelo EarthRanger – a plataforma que recebe e sistematiza informações do ambiente da savana.

Dados pela preservação da espécie

Além da vigilância dos drones, outras formas de monitoramento são utilizadas na região, como localizadores por GPS instalados nos animais e filmagens obtidas por câmeras escondidas. Tudo isso é reunido no EarthRanger, que oferece uma visualização prática das informações obtidas para os patrulheiros locais. Antes da chegada da tecnologia da Vulcan, eles estavam sobrecarregados com a quantidade de dados de monitoramento aliada à falta de uma ferramenta para organizar e visualizá-los.

Os elefantes continuam sendo o principal alvo de proteção do EarthRanger. Entretanto, a tecnologia por trás do projeto pode ser aplicada para outras espécies, e até para segurança de humanos em centros urbanos. “Na essência, a tecnologia é um sistema de reconhecimento do ambiente, cujo potencial não está restrito à preservação da vida selvagem", afirma relatório divulgado pela Vulcan. O projeto pode promover segurança, monitoramento ecológico em outras áreas e auxiliar na construção de uma comunidade que coexiste de forma saudável com a natureza.

Imagem aérea de uma manada de elefantes na Savana

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários