Startups miram grandes marcas para comprar e esta aquisição prova isso

Da Redação

Por Da Redação

27 de setembro de 2016 às 11:45 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Uma startup de Singapura chamada BandLab Technologies comprou de 49% da revista americana Rolling Stone, mostra a AFP. A aquisição, que não teve o valor divulgado mostra um grande potencial das startups: comprar grandes marcas para alavancar seus negócios.

Com a marca Rolling Stone, a empresa tem como objetivo de diversificar a marca em relação à organização de eventos e marketing – usando a marca famosa no mundo inteiro. A companhia, dirigida por Kuok Meng Ru, se tornará sócia da proprietária atual, Wenner Media.

A Rolling Stone International, dirigida por Kuok e organizará shows e eventos usando a marca Rolling Stone, dando um boost para a startup ainda desconhecida. Pode ser muito benéfico para a companhia: ela pode

Startups capitalizadas podem dar um “ar de seriedade” para suas operações através de marcas famosas – o que não falta é empresa em crise sendo disruptada com marca boa e famosa para vender. É o que pretende a BandLab. “O impacto da Rolling Stone na cultura ao longo dos anos é imensurável e sinto-me honrado em entrar na equipe na nova fase de sua viagem”, disse Kuok.

A BandLab Technologies é dona de uma plataforma on-line para músicos, um site para composição de músicas, um laboratório que projeta acessórios para instrumentos musicais e do principal distribuidor de equipamentos de áudio do sudeste asiático.

[php snippet=5]
E não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!