StartSe no Mundo: produtos alimentícios, veja exemplos de como se diferenciar

Atestar a origem dos ingredientes que compõem o produto é uma tendência que virou realidade na Nova Zelândia

Avatar

Por Eduardo Glitz

28 de março de 2016 às 12:18 - Atualizado há 4 anos

Ao visitar supermercados na Nova Zelândia, fica claro o valor que os Kiwis (expressão que denomina os moradores do país) dão a produtos que atestam suas origens. No Brasil, isso também não é novidade. Algumas empresas já buscam contar um pouco mais sobre a origem daquilo que vendem, como a Dilletto, que fez isso muito bem com os sorvetes, e a Sucos Do Bem, que teve sucesso ao explicar a origem das frutas dos sucos – apesar de ambos já terem sofrido e serem questionados sobre a verdade do que contavam.

Nas prateleiras dos supermercados de Auckland, desde o leite até os cereais, fabricantes destacam a origem dos seus produtos, principalmente atestando usarem matéria prima de produtores do próprio país.

Um dos produtos que mais me chamaram a atenção foi a Naked Locals, que por si só já é algo diferente: sopas resfriadas prontas para aquecer e comer, cuja embalagem já transmite com muita propriedade aquilo que diferencia o produto, a origem, e destaca as crenças do fabricante no verso, principalmente que comida saudável também pode ser saborosa e que eles não usam nenhum tipo de corante artificial ou conservantes. Segundo eles, as sopas são feitas com matéria-prima de produtores da Nova Zelândia, “o que não é melhor somente para você, mas também para os produtores”.

IMG_1560

A empresa tem um propósito claro e gera muito engajamento com o cliente: “Produto saboroso, que seja bom para o meio ambiente e que ajude os produtores locais”. Eles tiveram muito sucesso ao traduzir isso em suas embalagens. A sopa de batata doce, por exemplo, tem uma linda foto da batata sendo colhida pelo produtor, ou seja, não destacaram o produto final, mas sim a sua origem. Sem nenhum medo, já viraram de cabeça para baixo o padrão de marketing utilizado nas embalagens do mundo inteiro,  aquelas tradicionais fotos com os produtos servidos de uma forma que quase nunca será igual quando você servir na sua casa.

Acredito que a Naked Locals deu um exemplo estratégia de marketing clara e muito bem executada através de suas embalagens. Empresas com um propósito verdadeiro e muito bem comunicado são, sem dúvida, um grande aprendizado para nós, empreendedores brasileiros, que sempre buscamos inspiração para fazer cada vez melhor.

Este conteúdo faz parte do projeto StartSe no Mundo, uma viagem empreendedora por mais de 40 países. Conheça o site do projeto clicando aqui e inscreva-se para receber conteúdos exclusivos ao longo da jornada, que podem inspirá-lo e adjudá-lo a empreender.