StartSe no Mundo: já imaginou passar um período em Bali trabalhando em um startup de ponta?

É o que uma mistura de co-working com co-living está realizando em Bali, na Indonésia

Avatar

Por Eduardo Glitz

20 de Maio de 2016 às 11:32 - Atualizado há 4 anos

As ruas são estreitas, da largura de um carro, mas eles conseguem fazer passar dois e ainda uma moto. Isto é Bali, no sul da Indonésia. Um país pobre mas com um povo altamente acolhedor. Em Bali ainda podemos adicionar as belas praias e um nível de espiritualidade muito acima da média. Marquei de conversar com Nick Martin, ele é o Head de um co-working chamado Livit Spaces, e acabei entendendo na nossa conversa que é muito mais do que apenas um co-working. Os empreendedores moram no local ou passam períodos que podem variar de uma semana a alguns meses, trabalhando nas startups e aproveitando o estilo de vida de Bali.

A Livit é um complexo de 9 casas, algumas residenciais outras utilizadas apenas para as startups. Sem contar a casa onde fica o restaurante, pois todos que trabalham e moram recebem as 3 refeições diárias. O modelo permite uma troca de experiências muito acima da média pois o convívio entre os empreendedores é quase em tempo integral. Segundo Nick, o seu grande diferencial é que as pessoas não precisam se preocupar com nada além de trabalhar, e isto aumenta muito a produtividade.  Serviços como lavanderia e camareira fazem parte do pacote. Ele contou um exemplo de um grupo de executivos da Samsung que passou um mês por lá para executar um projeto, acordavam as 5 horas da manhã para surfar, voltavam antes das 9h e trabalhavam o dia todo, absolutamente focados. Com isto terminaram o projeto uma semana antes do planejado.

Segundo Nick, a Livit é um local para quem esta buscando uma forma de viver diferente, pois o clima por aqui é mais leve. Todos trabalham de pés descalços, bermudas e com vista para os arrozais. Diariamente o expediente é interrompido para alguma atividade física como yoga, por exemplo. Para Nick, este equilíbrio é fundamental. O restaurante ao ar livre também é ponto de encontro para discutir sinergias e oportunidades. Hoje existem algumas startups de ponta alocados no espaço, como a Labster e a Magloft. Só a Labster tem mais de 15 profissionais e ocupa uma casa inteira para seu escritório.

A Livit inovou ao criar um modelo de negócio ainda inexistente, que permite alguém sair do Brasil, por exemplo, passar três semanas trabalhando em uma startup e vivendo a vida de Bali. Sem dúvida uma experiência muito enriquecedora para qualquer empreendedor que busca aprendizado, troca de culturas e ainda alta produtividade. Tenho certeza que muitos vão querer se candidatar a participar desta experiência, mas tem fila, pois segundo Nick, hoje todos os alojamentos estão lotados.

LIVIT 5 LIVIT 4 LIVIT 3 LIVIT 2

Este conteúdo faz parte do projeto StartSe no Mundo, uma viagem empreendedora por mais de 40 países. Conheça o site do projeto clicando aqui e inscreva-se para receber conteúdos exclusivos ao longo da jornada, que podem inspirá-lo e adjudá-lo a empreender.