StartSe na Escócia: a fábrica de whiskies que pode te ensinar muito

Avatar

Por Eduardo Glitz

17 de novembro de 2016 às 14:35 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Quando iniciei a etapa europeia da minha volta ao mundo eu acreditava que seria uma fase de trazer aos leitores menos inovação, mas não foi nada disto! A Europa de Velho Mundo não tem nada! Nos últimos meses consegui trazer até vocês diversos exemplos do quanto as coisas por aqui estão evoluindo muito rápido, desde carros elétricos até diversas inovações que eles vem criando para lidar com um mercado de trabalho com mão de obra cada vez mais cara.

Mas agora chegou a hora de falarmos do verdadeiro Velho Mundo, e que mesmo assim pode nos trazer muitos aprendizados relacionados ao empreendedorismo. Eu estive no norte da Escócia visitando a região de Speyside, que é muito famosa pela produção de whisky. De lá é que saem os verdadeiros whiskies escoceses. Sua qualidade também é relacionada a água da região, que é considerada um das mais puras do mundo. Portanto,  para poder entender melhor fui visitar a maior e mais famosa destilaria da Escócia, a Glenfiddich.

Durante 20 anos, William Grant alimentou um sonho de fazer o melhor whisky da região. Com a ajuda de sua família, ele finalmente conseguiu transformar o seu sonho em realidade. No verão de 1886, com seus nove filhos, eles iniciaram a construção de sua destilaria, que durou um ano. Sem nenhuma ajuda de terceiros, carregando pedras todos os dias, eles conseguiram colocar em pé o sonho do pai. Assim começou aquela que é hoje a destilaria mais premiada do mundo, a Glenfiddich, e que segue sendo propriedade da mesma família até hoje.

Em 1909 ele resolveu desbravar novos mercados, e durante um ano, longe de casa e da família, viajando de navio William Grant visitou os principais países do mundo, da China aos Estados Unidos, para poder apresentar o seu produto. E foi muito bem recebido. Em uma época que não existia avião, mesmo de navio e com condições muito precárias, ele deu um passo muito importante para o sucesso de sua empresa em todo o planeta. É impressionante como, naquela época da mesma forma que hoje, é a abdicação de muitas coisas em favor do sonho maior de construir um grande negócio que realmente diferenciam os empreendedores.

Muito do sucesso também veio da inovação, eles foram foi a primeira no mundo a produzir em série o whisky single malt em 1960 e até hoje não produzem nenhum whisky com menos de 12 anos de maturação. Ou seja depois de todo o processo produtivo, a bebida fica por no mínimo uma dúzia de anos descansando dentro dos barris para então ser engarrafada e vendida. Durante todos estes anos, nada pode ser feito com o produto a não ser esperar. Ainda existem as versões que ficam mais tempo nos barris, com algumas edições especiais podendo chegar a mais de 50 anos.

O produto é vendido em cerca de 200 países e são mais de 10 milhões de litros produzidos por ano. A fábrica tem partes onde é proibido fotografar, inclusive na nossa visita fomos obrigados a deixar os telefones do lado de fora, pois é na forma de armazenagem e principalmente no que eles possuem de estoque que estão as principais estratégias de marketing da empresa. Saber, por exemplo, que eles possuem guardados barris com mais 40 anos, já significa que possuem condições de lançar produtos realmente diferenciados no mercado.

Entender a história de empreendedorismo por trás de uma empresa tão antiga é cativante, mas ainda mais interessante é entender que alguns produtos, como o whisky, precisam de tantos anos parados em barris para poderem chegar a qualidade esperada. É um exercício de paciência, imagine você produzir hoje e esperar por 12 anos para ver o resultado? E se estiver bom, só então poder começar a vender. Este sem dúvida, foi para mim o maior aprendizado. Alguns negócios exigem do empreendedor características muito diferentes, se William Grant você ansioso, ele nunca teria colocado um produto de qualidade no mercado e não teria o sucesso que tem hoje. Mas em outros negócios, que não neste, a velocidade é crucial. Cabe a você, empreendedor, buscar o negocio que mais se adequar ao seu perfil!

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]