StartSe em Nova York: o Kickstarter pode ser extremamente viciante!

Avatar

Por Fernanda Romano

17 de janeiro de 2017 às 18:07 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Assim como qualquer pobre empreendedor pobre, volta e meia me pego fazendo contas para entender onde foi que eu gastei tanto dinheiro. Coloquei um alerta no meu cartão de crédito e fico recebendo SMS a cada vez que ultrapasso o limite que me dei e passo horas navegando no infográfico do meu Amex para entender as categorias de despesas.

Em 2016 minha maior despesa foi moradia. Tente morar em NY e você vai me entender. A segunda foi entretenimento. Até aí, perfeito. Comida e bebida nunca provocam arrependimento. Talvez ressaca, porque estou ficando velha, mas, arrependimento, jamais.

A surpresa do ano foi que meu terceiro maior gasto foi com o Kickstarter. Sou absolutamente viciada. Especialmente se eu tiver insônia. Fico alternando do Kickstarter para o Tinder. Em um eu gasto dinheiro invisto em empreendedores e mentes criativas, no outro fico imaginando as histórias de vida de estranhos e me perguntando por que uma pessoa coloca uma foto sua com uma mulher como primeira imagem em um aplicativo de paquera.

Em minha defesa, comprei alguns presentes de Natal no Kickstarter. Não foi tudo para mim. Comprei uma agenda de 2017 para a minha sócia, um livro sobre mulheres incríveis para minha afilhada, um livro de fotografias para uma amiga e um treco para colocar nos sapatos para esquentar os pés para um amigo. Comprei uma Podo nova e vou repassar a minha antiga. Na verdade, comprei duas Podos novas, uma delas será um presente.

Também dei algumas coisas de aniversário durante o ano. Meu cunhado ganhou um casaco super bacana. E dividi minhas barrinhas de cereais com amigos. Olha só, uma das duas tattoos temporárias está apagando da nuca de uma amiga a cada banho nesse momento; aplicamos no ano novo. (A minha já se foi.)

Entre outras coisas, comprei um kit para fazer exercícios de criação em workshops, um carimbo para fazer mock-ups de apps de celulares e um pôster maravilhoso com o desenho de um coração para colocar no escritório. Um sorvete desidratado de astronauta que ainda não chegou, uma máquina para transformar cerveja de garrafa em draft e um sistema de videoconferência.

Também apoiei um projeto de cadeiras de rodas na África e um filme. Sim, gastei uma fortuna.

O fato é que não considero esse dinheiro como gasto e, sim, como investimento. Tá, talvez eu não precisasse comprar duas Podos novas, mas a verdade é que a GoPro não precisa da minha ajuda para ser bem sucedida, mas os meninos da Podo precisam.

Eu sempre uso projetos do Kickstarter como exemplo para meus clientes: você lança uma ideia, se ela for apoiada, você sabe que há uma oportunidade, dependendo de quanto as pessoas pagarem você já entende a elasticidade de preço e, quando os produtos chegam nas mãos das pessoas, você está nascendo com uma base de fãs! Isso tudo sem contar que são pessoas que te pagaram MESES antes de receber o dito produto, porque acreditaram em você, num vídeo e nuns desenhos que você postou. PENSA BEM.

De que mais uma pessoa com vontade de realizar qualquer coisa precisa? A plataforma é gratuita, a audiência está só esperando as novidades. Grana sem juros. Fãs sem ter que comprar. Basta o sonho e a vontade de fazer. E eu gosto de gente assim. Na verdade, eu prefiro cachorro, mas, se é para gostar de gente, eu gosto de gente que faz.

Na virada do ano, o Kickstarter lançou uma campanha muito legal: Make 100. A ideia é que você lance um projeto que possa ter apenas 100 apoiadores. Uma edição limitada. Os usuários têm até o final de Janeiro pra mandar os projetos. Não vejo a hora de lançar. Vou ficar sem almoçar semana que vem só para sobrar mais grana para comprar.

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]