Seattle: o verdadeiro laboratório de testes da Amazon

Avatar

Por Lucas Bicudo

14 de fevereiro de 2017 às 16:09 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Apostando em expansão além do mundo digital, a Amazon – empresa mais inovadora do mundo – está fazendo uma série de experimentos no varejo físico.

Como observa o New York Times, todas essas iniciativas possuem algo em comum: elas invariavelmente começam em sua cidade natal, Seattle. Em outras palavras, a cidade se tornou um verdadeiro laboratório – que pode provar à Jeff Bezos se um modelo de negócio é lucrativo ou furada.

Veja mais: 
Baixe nosso e-book sobre Como fazer o pitch perfeito!
Visa e GSV Labs vão acelerar sua startup de fintech no Brasil e no Vale do Silício

As tentativas, entretanto, são ainda muito recentes para produzir um resultado expressivo. Vejamos alguns exemplos.

Um supermercado que não tem nenhum lugar para os clientes pagarem. Em vez disso, quem for comprar digitaliza seu telefone, pega comida da prateleira e paga mais tarde, porque a empresa, graças a uma combinação de sensores e visão por computador, sabe exatamente o que a pessoa levou.

Uma livraria que não possui etiquetas de preços. No lugar, clientes devem levar um livro para uma estação de digitalização de códigos de barras ou usar a câmera do telefone para descobrir quanto custa. Membros do Amazon Prime ganham desconto.

Ou uma mercearia drive-thru, que você compra pela internet e só passa para pegar?

Os experimentos são certamente úteis para a Amazon – e executá-los em sua própria casa é mais barato e mais fácil, além de acompanhar de perto o seu desenvolvimento. O New York Times também argumenta que Seattle é talvez o melhor lugar para testar tais iniciativas: seus cidadãos gostam de tecnologia, mas não de forma agressiva, como, digamos, as pessoas que vivem em San Francisco.

(via Technology Review)

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]