Rio de Janeiro receberá hackathon global da ONU

Avatar

Por Lucas Bicudo

7 de março de 2017 às 14:07 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Durante os dias 10, 11 e 12 de março, mais de mil desenvolvedores, designers e os mais variados perfis da comunidade empreendedora estarão reunidos em nove cidades para um hackathon global, promovido pela ONU, com o objetivo de encontrar soluções para três dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável. A escolhida no Brasil é o Rio de Janeiro.

Além da cidade carioca, os locais participantes serão: Bahrein, Bali, Bangladesh, Chandigarh, Genebra, Lagos, Lisboa, Londres e Nova York.

Cada uma das cidades ficou responsável por um objetivo de desenvolvimento sustentável. Londres e Rio de Janeiro terão equipes trabalhando em cima do objetivo de “reduzir desigualdades”. Bahrein, Chandigarh, Lagos e Lisboa, com o objetivo de “desenvolvimento sustentável”, já Bali, Genebra e Nova York, focarão em “produção e consumo responsável”.

No Rio, o evento será realizado por meio de uma parceria entre abeLLha, um ecossistema de desenvolvimento de negócios sociais e economia colaborativa e A Coorte, produtora de eventos e projetos criativos que impactam através de experiências sociais e culturais.

“Estamos bastante empolgados com a ideia de trabalhar com as Nações Unidas em prol de um objetivo tão urgente como a redução das desigualdades, aqui no Rio. Ver como os outros lugares, com suas diferentes perspectivas e culturas, irão desenvolver os temas deles também será bastante inspirador”, conta Camilo Cavalcanti, um dos sócios da abeLLha.

“O maior desafio foi desenhar um projeto, que conectasse agentes de transformação da desigualdade com pessoas referência em economia colaborativa e criativa, em torno de um propósito maior, que é construir uma solução sustentável para um dos 17 objetivos da ONU,” faz coro Carol Zurcher, uma das fundadoras d’A Coorte.

O hackathon contará com equipes das principais casas colaborativas do Brasil, como Templo, Nex coworking e Jardim Digital e será um ponto central de divulgação e comunicação de soluções para melhorar a desigualdade social, inspirando pessoas a agirem e compartilharem suas iniciativas.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]