Pensa em trabalhar nos Estados Unidos? Trump quer dificultar e muito sua vida

Da Redação

Por Da Redação

30 de janeiro de 2017 às 18:58 - Atualizado há 4 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Donald Trump começou a aumentar as restrições para vistos de trabalho nos Estados Unidos, os H-1B. Isso é uma “declaração de guerra” com as empresas de tecnologia, que não aceitaram bem a restrição para pessoas de sete países de maioria muçulmana.

Os vistos H-1B são usados pela indústria da tecnologia para trazer talento de fora para dentro dos Estados Unidos. Atualmente, são limitados em 85 mil vistos por ano, número que deverá ser reduzido nos próximos anos pela administração Trump.

Além da quantidade de vistos, espera-se novas restrições para tornar mais difícil para contratar uma pessoa – afinal, há a necessidade de justificar que aquele trabalhador não está disponível nos Estados Unidos. É mais um dos pilares da política nacionalista de “America First” perpetrada para proteger os empregos norte-americanos.

Outros vistos podem ser impactados, como o L-1, E-2 e B1. Isso poderá impactar milhares de funcionários de empresas norte-americanas que precisam renovar seus vistos ou que estão em fase final de contratação – inclusive brasileiros.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]