Mundo terá 11 trilionários até 2050 (e um deles pode ser você)

Da Redação

Por Da Redação

8 de julho de 2016 às 13:33 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O mundo deverá ter trilionários já nos próximos 20 anos – e até 2050, serão até 11 deles. “Precisamos estar prontos para um mundo com trilionários. E isso vai parecer imensamente injusto. Parece muito injusto para mim. Mas para fazer a sociedade andar para frente, você tem que deixar isso acontecer”, diz Sam Altman, presidente da Y Combinator – a principal aceleradora de startups do mundo.

Provavelmente, porém, o primeiro trilionário não será Bill Gates, o homem mais rico do mundo agora – e sim uma figura como John D. Rockfeller, o homem mais rico da história moderna, com uma fortuna equivalente a US$ 350 bilhões corrigidos. Ele comandava um grande conglomerado, tão grande que quando foi quebrado, deu origem a quase todas as grandes petrolíferas dos EUA.

Entre os atuais candidatos, um dos principais nomes é Elon Musk, por ter várias iniciativas inovadoras capazes de resolver problemas reais da humanidade – a dependência de combustíveis fósseis, por exemplo. E ao resolver esses problemas, provavelmente se atingirá níveis de fortuna e riqueza sem precedência na humanidade.

Contudo, o mais provável é que não conhecemos ainda quem será o primeiro humano a ter a fortuna de US$ 1 trilhão – a definição de trilionário. Pode ser você: basta resolver um problema muito pertinente da humanidade através da criação de um produto extremamente popular e acessível. Só isso.

A riqueza global certamente já cresceu muito – ela dobrou desde 2000 e já atingiu um recorde de US$ 241 trilhões. Mais de um bilhão de milionários deverá aparecer em duas gerações (20% da população adulta da terra), sendo 11 trilionários até 2050, de acordo com um estudo do banco suíço Credit Suisse.

“Temos que aceitar que algumas pessoas terão mais dinheiro que outras, mas temos que garantir um bom padrão de vida para todos. Só que o ideal socialista que todos deveriam ser iguais… eu não acho que isso vai funcionar”, afirma Altman.

Mensagem do Editor
Ei, tudo bom?
Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.
E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!
É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]