Grandes empresas investem em fintech de pagamentos entre usuários

Avatar

Por Lucas Bicudo

30 de novembro de 2016 às 16:44 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A fintech PayKey anunciou hoje uma nova rodada Série A de investimentos no valor de US$ 6 milhões, liderada pela e.ventures e Wharton Asset Management. Também estão na jogada investidores como CommerzVentures, Mastercard e Santander InnoVentures, Digital Leaders Ventures e Magma VC.

Vale destacar a participação da Mastercard e Santander: duas empresas gigantes buscando startups dentro de seus segmentos para fortalecerem-se – o que a gente chama de corporate venturing. É para entender como isso pode beneficiar sua empresa que criamos o Corporate Class, um evento exclusivo em São Paulo para entender essa tendência mundial.

O financiamento será usado para desenvolver ainda mais as soluções de pagamento móvel da PayKey, que permitem que clientes de bancos façam pagamentos instantâneos e seguros em todas as redes sociais e aplicativos de mensagens, como o Messenger, o WhatsApp e o Twitter.

O aplicativo estabelece uma ponte entre as aplicações bancárias e as redes sociais, tornando as operações diárias mais fáceis e eficientes. A tecnologia exclusiva da PayKey permite que os bancos ofereçam suporte às transações de usuário para usuário quando elas são mais necessárias – no momento em que estão envolvidas em interações sociais

Atualmente, são mais de 2,3 bilhões de usuários ativos em dispositivos móveis – 1 milhão de pessoas entram nessa conta todos os dias ao redor do mundo. Iniciar uma transação diretamente de um aplicativo de rede social faz a experiência mais intuitiva, contextual e simples, sem precisar compartilhar os detalhes da conta bancária do destinatário toda vez que for fazer qualquer tipo de aplicação. Os usuários podem desfrutar de recursos instantâneos de transferência de dinheiro enquanto conversam com amigos e familiares.

O CEO Daniel Peled disse que: “à medida que os consumidores se sentem cada vez mais confortáveis para realizar transações financeiras em celulares, é essencial que os bancos ofereçam serviços que atendam a estes padrões de comportamento de uma maneira fácil e segura. Esse novo financiamento nos permitirá desenvolver ainda mais nossa oferta e expandir nosso alcance de mercado globalmente”.

A tecnologia B2B2C pode ser rotulada e marcada por qualquer banco, uma vez que toda a integração ocorre através de APIs. É fácil para os bancos implementarem e nenhuma alteração nas práticas de segurança existentes é necessária.

Andreas Haug, sócio-geral da e.ventures, diz que: “estamos empolgados em liderar a Série A ao lado de uma incrível equipe e um grupo respeitável de investidores. Vindo de um belo histórico com fintechs, a e.ventures acredita que a PayKey irá disruptar a atividade de pagamentos entre usuários. Seu modelo de parceria permite que a empresa se mova entre o usuário e uma oportunidade contextual para ganhar dinheiro. Com isso, a PayKey basicamente se tornará independente de qualquer plataforma existente e se integrará no ponto mais próximo de uma transação: o teclado”

A plataforma já está trabalhando com vários bancos para testar e implantar sua solução: o Santander em vários países, Nationwide no Reino Unido, SpareBank 1 na Noruega, ING na Holanda, Privredna banka Zagreb, membro do Grupo Intesa Sanpaolo na Croácia e Davivienda na Colômbia.

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]