Startup contra o câncer está levantando US$ 1 bilhão em nova rodada

Avatar

Por Lucas Bicudo

6 de janeiro de 2017 às 16:24 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A startup Grail planeja levantar mais de US$ 1 bilhão em uma nova rodada de investimentos de Série B, para desenvolver serviços de detecção de câncer.

Embora a empresa não queira dar nomes aos investidores – ela apenas mencionou que o financiamento virá “principalmente de investidores privados e estratégicos não revelados” -, Bill Gates, co-fundador da Microsoft, Jeff Bezos, fundador da Amazon, o Google Ventures, Arch Venture Partners e a empresa de private equity Sutter Hill Ventures já investiram.

A Grail também vem de ações fortes: recentemente se tornou independente da gigante de sequenciamento genético Illumina para desenvolver seu próprio serviço de testes de detecção de câncer antes que os sintomas apareçam.

Embora este tipo de tecnologia não seja necessariamente nova, ela nunca foi usada na detecção em estágio inicial. A startup precisará do dinheiro para continuar o desenvolvimento de seus testes, particularmente para o já anunciado estudo Circulating Cell-free Genome Atlas, programado para analisar pelo menos 7 mil pacientes de câncer e compará-los com 3 mil indivíduos saudáveis.

O dinheiro também pode ser usado para outros grandes ensaios clínicos – um possivelmente envolvendo meio milhão de pessoas no Reino Unido.

Grande parte das startups de biotecnologia precisam de investimentos iniciais para assinalar qualquer tipo desenvolvimento. A Grail levantou US$ 100 milhões em uma rodada de Série A, mas a nova quantia trará uma avalanche de dinheiro para trabalhar, colocando-a muito à frente de outras empresas.

“Estamos honrados em ter investidores de classe mundial que apoiam a nossa meta de reduzir a mortalidade global por câncer através da detecção precoce – especialmente o apoio inestimável que recebemos da Illumina durante a nossa fase de arranque. Estamos ansiosos para os próximos passos”, comenta o CEO e antigo executivo do Google Jeff Huber.

(via TechCrunch)

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]