Empresa com US$ 100 bilhões em caixa colocou US$ 25 milhões em uma startup

Da Redação

Por Da Redação

29 de março de 2017 às 15:31 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A General Electric é uma das maiores empresas do mundo e mais ricas também, com cerca de US$ 100 bilhões em caixa, prontos para serem gastos. E nos últimos anos a empresa decidiu que uma das coisas que poderia fazer com esse caixa para multiplica-lo é gastar investindo em startups.

E é o que a empresa acaba de fazer, colocando US$ 25 milhões na Freightos, uma startup que quer digitalizar todo o processo de logística, através da GE Ventures – seu braço para corporate venturing que fica em Menlo Park, no coração do Vale do Silício.

A companhia investida agora junta esse dinheiro com outros US$ 25 milhões que haviam sido levantados anteriormente. E agora pode ter a GE – uma das maiores clientes de transportadoras do mundo – como parceira para desenvolver seu produto, que a startup chama de “Booking.com, mas para transporte de carga internacional”.

Isso é ótimo para a própria GE, que passa a ter uma startup trabalhando para resolver seus maiores problemas e dores, permitindo uma economia de custos elevada em um futuro próximo nesta área. E a Freightos ganha acesso aos dados e necessidades da GE, que é provavelmente a maior de seus 1.000 clientes pagantes atuais.

Trabalhar com startups, investir nelas ou apenas manter relação com elas pode ser extremamente benéfico para as companhias. Temos um e-book inteiro para tratar deste assunto e como o relacionamento entre corporações com startups pode ser bom para o desenvolvimento da sua empresa (ou da sua startup) e a sobrevivência dela neste mundo de inovação que estamos vivendo.

É interessante notar que a empresa tem o braço de venture capital no coração do Vale, enquanto o resto da empresa está localizada na costa leste dos Estados Unidos, que é o local em que ela foi fundada. Isso mostra que a GE entendeu que o Vale é a região mais inovadora do mundo.

Para conhecê-la, temos duas iniciativas diferentes. A primeira é o Silicon Valley Conference, um evento que promete transformar São Paulo no Vale por um dia e a segunda é o Silicon Valley Learning Experience, uma visita aos principais locais do Vale para falar com alguns dos grandes nomes da região.

Espero que a GE continue investindo seu grande caixa em startups (e, principalmente, em startups brasileiras). Desde 2013, ano em que a companhia, o caixa da empresa já recuou de US$ 140 bilhões para US$ 92 bilhões. Não sei quanto foi investido, mas espero que boa parte desse dinheiro tenha ido para startups…

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]