Com a Tesla chegando, Audi prepara carros elétricos como defesa na China!

Avatar

Por Lucas Bicudo

26 de janeiro de 2017 às 15:31 - Atualizado há 4 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

É uma questão de tempo até que a Tesla chegue na China. E a Tesla, hoje em dia, bem… É a Tesla, convenhamos. O mercado de veículos elétricos e autônomos vibra com cada notícia que sai da gigante de Elon Musk. Mas essa é sobre alguém que está se movimentando para não ficar para trás no país: a Audi. A montadora alemã anunciou que irá lançar cinco novos carros elétricos nos próximos cinco anos em solo chinês.

O mercado de automóveis da China é o maior do mundo e não existe lugar que se produza mais elétricos do que lá. Isso é baseado nos subsídios que o governo oferece, em uma tentativa de reduzir a poluição. Para se ter uma noção, lá são direcionados US$ 16 mil para cada veículo, mais que o dobro do governo norte-americano – que disponibiliza um pouco mais de US$ 7 mil.

O resultado? Ano passado, mais de 300 mil unidades elétricas foram vendidas.

É verdade que agora em 2017 essa quantia será reduzida, mas o governo está sério sobre aumentar o mercado de consumo para carros elétricos. Voltamos para o começo: é uma questão de tempo até que a Tesla chegue na China.

A lei ainda não foi aprovada, mas parece que o anúncio será nas próximas semanas. É em cima disso que a Audi está montando suas defesas. Eles produzirão o Audi A6 L e-tron no próprio país, importarão o Q7 e-ton e acabaram de anunciar um novo modelo com alcance de quase 500 km – que provavelmente será o Quattro e-ton. Grande parte dos elétricos chineses não possuem alcance, o que seria uma bela mudança de paradigmas para o mercado.

Então para a montadora, faz todo o sentido entrar nessa empreitada agora. Com subsídios fartos, eles podem lançar e vender mais do que em qualquer lugar do mundo. É um grande laboratório. Com esse tamanho de mercado, a Audi se movimenta para continuar na boca do povo com disrupção.

(via Inverse)

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]