Boom Supersonic levanta US$ 33 milhões para construir avião supersônico

Avatar

Por Lucas Bicudo

24 de março de 2017 às 14:35 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Boom Supersonic levantou uma nova rodada de série A de investimentos no valor de US$ 33 milhões, que é o suficiente para construir e botar no ar seu primeiro jato supersônico. A aeronave será capaz de fazer uma viagem de Nova York até Londres em apenas três horas e quinze minutos, menos que a metade que um atual transatlântico faz.

“Essa quantia financia todos os testes para nossa primeira aeronave”, explica o fundador e CEO da Boom Blake Scholl. “Agora temos tudo que precisamos – tecnologia, suprimentos e capital – para ir adiante, fazer história e reestabelecer os recordes de velocidade. Nós temos quase toda engenharia completa e os primeiros componentes de asa serão apresentados em nosso escritório essa semana. Estamos prestes a aplicar testes estruturais – e provavelmente colocaremos ele para voar daqui um ano”.

Perguntado sobre o que o financiamento vai cobrir em termos de desenvolvimento, Scholl disse que a maior parte será destinada à equipe existente e aquisição de talentos.

>> Baixe nosso e-book de inovação corporativa!

A lista de materiais para o avião em si é surpreendentemente baixa, dado o que visa alcançar. Toda a premissa da Boom é que ela pode construir jatos supersônicos em um preço que faz sentido para as transportadoras aéreas globais comprarem e operarem.

“É uma combinação de fatores. O custo de construção da aeronave é de US$ 13 milhões. Esse preço basicamente cobre os componentes de fibra, aviônicos e bombas hidráulicas e de combustível. O grande custo vem do time de engenharia, o custo de desenvolvimento, então a nova rodada de financiamento está destinada para isso, para dobrarmos nossos esforços”, complementa Scholl.

Os investidores que contribuíram para essa nova rodada são 8VC, Caffeinated Capital, Palm Drive Ventures, RRE Ventures e YC’s Continuity Fund. O Presidente do YC, Sam Altamn, se juntará à diretoria da empresa, assim como Greg McAdoo. A Boom já levantou um total de US$ 41 milhões.

(via TechCrunch)

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]