Airbnb fecha rodada de investimentos Série F no valor de US$ 1 bilhão!!!

Avatar

Por Lucas Bicudo

9 de março de 2017 às 16:33 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Ano passado, a Airbnb arquivou um formulário no SEC para levantar US$ 555.5 milhões, no primeiro tranche de sua rodada de Série F. Hoje, a companhia deu entrada em um novo formulário que a fechará com um adicional de US$ 447.8 milhões, totalizando um investimento de US$ 1 bilhão.

O TechCrunch confirmou que seu valuation, com a nova quantia, sobe para US$ 31 bilhões, 1 bi a mais do que o registrado em 2016, quando a companhia se tornou rentável. A tendência para 2017 é que continue nesse caminho.

A expectativa para a startup ir à público esse ano é gigante, mas parece que não vai acontecer.

Criamos o Invest Class, um evento exclusivo que te ensina tudo sobre investimentos e ainda lhe dá a oportunidade de apresentar sua empresa para um seleto e bom grupo de investidores.

O formulário no SEC hoje nomeia Alfred Lin, do Sequoia, e Jeff Jordan, do Andreessen Horowitz, como investidores. Quando fechou o primeiro trench dessa rodada, foi informado que o Google Capital e TCV estavam liderando o investimento.

A Airbnb, que começou como um marketplace para viajantes que não podiam pagar por um hotel, expandiu massivamente para uma rede global de aluguel de casas para todos tipos de público.

Além disso, lançou em novembro passado a categoria “experiências”, que propõe a turistas vivenciarem uma cidade como verdadeiros locais, indo muito além de uma companhia de acomodação. Permitiu também que pessoas organizassem suas viagens na própria plataforma e fez algumas boas aquisições para expandir seu portfólio, como a da Tilt e Luxury Retreats.

Mas, à medida que se torna cada vez maior, a startup está enfrentando uma pressão crescente de uma perspectiva legal, das autoridades municipais ao redor do mundo que estão investigando como e se a Airbnb está violando regulamentos de residência e hotelaria. Em um dos casos mais recentes, está sendo processada pela empresa de gerenciamento de apartamentos Aimco, que alega que a Airbnb está ajudando os inquilinos a quebrarem seus arrendamentos, alugando suas casas na plataforma.

Fato é que ela não para de crescer. Vamos observar.

(via TechCrunch)

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]