500 Startups anuncia fundo para América Latina no valor de US$ 10 milhões

Avatar

Por Lucas Bicudo

15 de março de 2017 às 14:30 - Atualizado há 5 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

500 Startups anuncia novo fundo de investimentos para América Latina: Luchadores II, no valor de US$ 10 milhões. Santiago Zavala, sócio-gerente do fundo, planeja atingir aproximadamente 120 empresas, em uma tentativa de dar um gás nas possíveis unicórnios da região.

O desafio de investir em startups latino-americanas é a falta de apoio de um forte ecossistema. É difícil encontrar grandes rodadas de Série B, C e D por aqui. É por isso que o International Finance Corporation está se juntando a aceleradora como sócio na empreitada. O IFC tem tradicionalmente investido em empresas de estágio mais avançado, mas nos últimos dois anos tem se envolvido em fundos seed com participações societárias.

“Estamos tentando encontrar os melhores gerentes de microfundos em todos os mercados em desenvolvimento”, diz Nikunj Jinsi, head de investimentos em venture capital do IFC. Ainda somos um mercado muito pequeno de investimentos, mas o StartSe tenta ajudar dando direcionamento para empreendedores conseguirem seus aportes através do Invest Class.

Dave McClure, sócio fundador da 500 Startups, aponta para Accel Partners, Index Ventures, Sequoia Capital e Tiger Global como fundos que estão fazendo sua parte para criar um ecossistema internacional para startups. A aceleradora tenta manter uma forte relação com suas afiliadas através de programadas seed, que levam empresas da América Latina para o Vale do Silício.

Algumas regiões da América Latina cresceram mais rápido do que outras. Cidade do México, onde as operações da 500 estão localizadas por exemplo, amadureceu, mas outras cidades ainda carecem de uma rede de mentores fortes e outros recursos necessários.

(via TechCrunch)

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]