Em mudanças profundas, Ford quer focar em mercado de US$ 12 trilhões

Grandes empresas começam a olhar para este mercado com mais atenção, principalmente em suas áreas de atuação

0
shares

Uma das tecnologias que mais me impressionam para os próximos anos é a Internet das Coisas. Eu não tenho dúvidas de que isto deverá mudar o mundo em pouquíssimo tempo, transformando os velhos processos em muito mais eficientes.

Grandes empresas começam a olhar para este mercado com mais atenção, principalmente em suas áreas de atuação. Afinal, este é um mercado que, em estimativas conservadoras, vai movimentar US$ 12 trilhões nos próximos anos. Ou seja: VAI SER GIGANTESCO.

A Ford, uma das maiores montadoras do mundo, bateu o olho nisto e começa a planejar um futuro do transporte humano com essa tecnologia. “O sistema de transporte que funcionou tão bem nos últimos 100 anos não vai funcionar mais nesta forma, particularmente nas áreas urbanas”, salienta Mark Fields, CEO da Ford.

Enquanto o trânsito vai piorando nas grandes cidades, o compartilhamento de carros vai se tornando mais popular e os autônomos estão cada vez mais próximos. Assim, as montadoras podem parar de focar em colocar mais e mais veículos na rua e resolver o problema da mobilidade urbana.

A Ford (e outras montadoras) pretendem resolver o mercado de mobilidade urbana com tecnologia: aplicativos para compartilhar carros como a Uber (a Daimler está comprando eles em massa!), carros autônomos que dirigem somente no perímetro urbano e muita internet das coisas para fazer a cidade se comunicar entre si.

É para isso que a Ford criou a Ford Smart Mobility, uma subsidiária focada em criar, crescer e investir em novos tipos de transporte inteligentes. Os carros podem mandar informação para outros carros e semáforos, que também podem mandar informação para outros carros e semáforos. “Estamos pensando de maneira mais holística para as cidades. Não apenas em como pegar um pequeno pedaço do negócio para nós”, afirma.

Essa mudança pode trazer uma transformação grande nas cidades, que vão se tornar mais eficientes e produtivas. Discutimos isso com frequência no Conexão Vale do Silício, nosso programa quinzenal de tecnologia e inovação!

A internet das coisas

Não tenho dúvidas de que a Internet das Coisas é um dos mercados mais promissores da história da humanidade. E é um mercado que você pode empreender. Afinal, são US$ 12 trilhões em jogo nas estimativas mais conservadoras. É muita oportunidade de negócio.

Temos um curso muito bacana voltado para empreendedores que queiram montar suas próprias startups, chamado de Startup de A à Z. Lá ajudamos os empreendedores a evitar os problemas que matam uma grande quantidade de startups todos os anos.

(Via Business Insider)

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

Junte-se a mais de 400.000 Empresários e Profissionais Para Conhecer os Negócios Mais Disruptivos do Mundo!

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Investimentos
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema

Comentários