Uber enfrenta série de polêmicas em São Francisco e retira carros autônomos

Ao invés de simplesmente reconhecer derrota e aplicar pela permissão, a companhia vai atrás de uma solução legislativa

0
shares

Ao colocar nas ruas de São Francisco uma pequena frota de carros autônomos sem ter a permissão do DMV da Califórnia, a Uber agiu de forma displicente com os reguladores do Estado. Bem, a atitude não passou impune e na última quarta (21), a companhia foi forçada a tirar seus veículos de circulação.

Ao invés de simplesmente reconhecer derrota e aplicar pela permissão – o que todas as outras montadoras que estão testando a tecnologia estão fazendo -, a Uber declarou que iria atrás de uma solução legislativa.

“Uber sugeriu que tentaria moldar a regulação futura em vez de preencher a papelada”, segundo o Bloomberg. “Agora estamos olhando para onde podemos reimplantar esses carros, mas permanecemos 100% comprometidos com a Califórnia e estaremos redobrando nossos esforços para desenvolver uma regra que funcione em todo o estado”.

Esse é um movimento surpreendente da empresa. Primeiro despreza a lei, então, quando a lei volta te atacando, você declara que pretende mudá-la ao invés de cumpri-la. E mais, implicar que as regras que todos estão seguindo não estão funcionando mais.

Há um contraste enorme entre a atitude da Uber na Califórnia e como triunfantemente - e legalmente – a companhia introduziu seus sistemas de auto condução em Pittsburgh, no início deste ano.

Para piorar as coisas, a startup avaliada em mais de US$ 60 bilhões trouxe a Volvo na bagunça. Os veículos autônomos usados em São Francisco são Volvos XC90 SUVs, enquanto em Pittsburgh foram escolhidos os sedans Ford Fusion.

“O nosso papel no projeto é fornecer engenharia e suporte aos veículos”, disse um porta-voz da Volvo ao Business Insider. “A Uber está conduzindo o teste e é responsável por onde eles acontecem. Não temos nenhuma participação na interação deles com agências estatais”.

A questão é: esses testes atingem 100 km/h facilmente e se acontecer alguma coisa, pode ser fatal. É física simples, é exatamente por isso que existem leis em torno do que os carros podem e não podem fazer. A tecnologia ainda está dando seus primeiros passos, por isso as regras do jogo ainda não estão claras. E a Uber odeia isso.

(via Business Insider)

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários