Nikola planeja lançar caminhão movido a hidrogênio em 2020

O caminhão de classe 8 (leia-se: os grandões) terá alcance de 1.300 km a 1.900 km com um reabastecimento no meio

0
shares

Não são apenas os veículos individuais que estão se afastando da gasolina - os de grande porte também estão dizendo adeus aos combustíveis fósseis. Em Salt Lake City, hoje (2), foi revelado o Nikola One, um caminhão de longas distâncias abastecido com hidrogênio. De acordo com a fabricante, o semi estará em produção e pronto para transportar cargas em 2020.

O caminhão de classe 8 (leia-se: os grandões) terá alcance de 1.300 km a 1.900 km com um reabastecimento no meio. Se a empresa oferecer esse alcance, o One poderia ir de São Francisco a Cheyenne, Wyoming, em apenas um tanque de gás. E o combustível necessário para essa viagem será incluído no programa de concessão de 72 meses que a empresa está oferecendo.

Para resolver a oferta limitada de hidrogênio ao longo das rodovias dos Estados Unidos e Canadá, a Nikola também anunciou seus planos para construir estações para reabastecer seus novos caminhões em ambos os países. A empresa vai começar a quebrar o terreno dessas estações em 2018 e elas vão abrir em 2019.

De acordo com o CEO Trevor Milton, o sistema de navegação do caminhão determinará a rota mais lucrativa entre os destinos.

A empresa ainda está determinando onde irá construí-los - diz que vai descobrir isso em algum momento durante o primeiro semestre de 2017. Uma vez que esses semis estiverem prontos, eles serão vendidos, servidos e garantidos pela Ryders em mais de 800 regiões, graças a um acordo também anunciado hoje.

Nenhuma declaração sobre seu preço ainda, mas Milton disse que as informações serão compartilhadas em breve.

(via Engadget)

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários